Ácido Acetilsalicílico pode ajudar contra o infarto

Uma grande parte da população já passou por algum evento cardíaco, incluindo o infarto. Este á um dos problemas cardíacos que mais trazem preocupação…

Uma grande parte da população já passou por algum evento cardíaco, incluindo o infarto. Este á um dos problemas cardíacos que mais trazem preocupação entre os indivíduos e que pode ser facilmente evitado através de uma alimentação saudável e o uso da aspirina. Saiba como o ácido acetilsalicílico pode ajudar contra o infarto.

A aspirina é uma medicação bastante utilizada. (Foto: divulgação)

Saiba mais sobre o ácido acetilsalicílico

O ácido acetilsalicílico é o principio ativo do medicamento de marcas como aspirina e AAS. Essa é uma substância anti-inflamatória que é indicada para combater dores de pequena e média intensidade. Entre os exemplos, podemos citar: a dor de cabeça, a dor de dente, a dor de garganta, a dor nas costas, a dor muscular, para o combate da febre, entre outros.

O mecanismo de ação da substância consiste na inibição das substâncias que causam a dor, como as prostaglandinas. Além desses benefícios, o ácido acetilsalicílico também tem ação anticoagulante, colaborando com a inibição da agregação plaquetária. Como resultado, age impedindo a formação de coágulos sanguíneos nas artérias que são as responsáveis pelo desenvolvimento do infarto e do derrame cerebral.

Contraindicações do ácido acetilsalicílico

Apesar das vantagens oferecidas pelo uso diário do ácido acetilsalicílico, existem alguns indivíduos que não podem utilizar o medicamento. Isso porque ele pode ocasionar alguns efeitos adversos que podem colocar em risco a vida da pessoa. Entre as contraindicações, podemos citar:

  • Tomar o medicamento antes da realização de algum procedimento cirúrgico;
  • Pessoas portadoras de problemas de coagulação;
  • Portadores de úlcera de estômago;
  • Portadores de problemas no intestino;
  • Gestantes no último período da gestação;
  • Pessoas em tratamento do câncer.

O AAS pode ajudar vítimas de infarto agudo do miocárdio. (Foto: divulgação)

Interações medicamentosas

Alguns medicamentos podem ter seus efeitos alterados quando tomados em conjunto com o ácido acetilsalicílico. Dessa forma, antes de iniciar o uso desse remédio, é importante que o indivíduo busque a orientação de um especialista para que ele possa avaliar os possíveis efeitos que ele pode causar no organismo. Entre os exemplos de interação medicamentosa que pode ocorrer com o ácido acetilsalicílico, podemos citar:

  • Aumenta a ação de medicamentos anticoagulantes, como a heparina e a cumarina;
  • Eleva o risco de hemorragia gastrointestinal;
  • Evitar o uso com bebidas alcóolicas;
  • Pode diminuir a ação dos diuréticos e de medicamentos hipertensivos.
Leia Também:  Sinais de problemas cardíacos

Indicações do ácido acetilsalicílico

São diversas as indicações relacionadas ao uso do ácido acetilsalicílico. Entre os exemplos, podemos citar:

  • Indivíduos que tiveram infarto (ataque cardíaco);
  • Angina instável;
  • Acidente vascular cerebral isquêmico (derrame cerebral);
  • Ataque isquêmico transitório.

Além da investigação dos antecedentes pessoais, é necessário mencionar que alguns estudos mostram que o uso de ácido acetilsalicílico pode contribuir com a prevenção primária das doenças isquêmicas anteriormente citadas, incluindo o infarto e o derrame cerebral.

A aspirina impede que a o coágulo obstrua fluxo sanguíneo. (Foto: divulgação)

O uso do ácido acetilsalicílico traz grandes benefícios à vida do indivíduo. Após conhecer mais sobre os benefícios dessa substância em relação ao infarto e o derrame, é importante buscar a orientação de um especialista, antes de iniciar seu uso.

Top