Acidentes domésticos: como evitar

Diariamente ao ler ou assistir, vemos o desespero se abatendo nas famílias vítimas de acidentes domésticos, ficamos estarrecidos e incrédulos com as consequências destes eventos em um ambiente tão familiar e até então considerado seguro por seus moradores.

Todo cuidado é pouco para evitar acidentes em casa.

Seja por permanecerem mais no ambiente doméstico ou  pelas limitações naturais de cada idade, as crianças e os idosos lideram as estatísticas dos acidentes ocorridos no lar. Porém, com alguns cuidados você pode reverter esta situação, tornando sua casa mais segura e confortável.

Veja como evitar acidentes domésticos

Comece observando os detalhes de cada cômodo como se você fosse uma criança ou um idoso. Com paciência poderá perceber ameaças em objetos aparentemente inofensivos. Para facilitar, analise os diversos tipos de acidentes mais comuns no ambiente doméstico:

Queda: Tapetes sem antiderrapante, fios soltos, gavetas abertas, pouco espaço entre um móvel e outro, objetos espalhados pelo chão, uso inadequado de bancos ou cadeiras, escadas e até mesmo iluminação deficiente são fatores podem provocar queda de idosos, crianças ou objetos sobre qualquer indivíduo.

Procure impedir o acesso destas pessoas aos ambientes que possuem as características citadas, fazendo todas as alterações possíveis para melhorar os locais da casa.

Queda de idosos é muito comum em lares sem as devidas providências.

Queimaduras: Utilize objetos adequados no manuseio de recipientes quentes. Não permita em hipótese alguma que as crianças permaneçam perto de fogões, churrasqueiras, etc.

Choques: Muito frequente sua ocorrência em crianças, para evitar basta verificar se a fiação visível não está descascada. Coloque também protetores nas tomadas.

Intoxicações: Guarde em armários seguros e fechados os remédios, produtos de limpeza, produtos de beleza e qualquer outro que seja nocivo no caso de manuseio indevido.

Mantenha produtos tóxicos fora do alcance das crianças.

Cortes ou ferimentos: Não deixe em lugar de fácil acesso objetos perfurantes e/ou cortantes.

Engasgamento: As crianças são curiosas e é através da curiosidade que elas vão adquirindo conhecimento. Quando muito novas levam tudo que encontram à boca. Portanto guarde longe delas pequenos objetos como moedas, contas, botões, entre outros.

Conversar com as crianças sobre estes perigos também é muito importante, mostrando-lhes em uma linguagem simples a importância destes cuidados. Mas lembre-se também que as crianças imitam os adultos, isto é, o exemplo deve ser dado para ser aprendido e imitado.

Por último, coloque em locais visíveis para todos da casa uma lista dos telefones de emergência, bombeiros, resgate, etc de sua cidade. Todos eles têm profissionais preparados para atender eventos inesperados e emergenciais. É válido que manter a calma pode fazer toda a diferença nessa hora.

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Reply