Acidentes domésticos com crianças, como evitar

Manter controle sobre o público infantil não é tarefa fácil. Movidas pela curiosidade, as crianças vivem mexendo em coisas que não devem. Entretanto, isso…

Às vezes, o maior perigo está dentro de casa.

Manter controle sobre o público infantil não é tarefa fácil. Movidas pela curiosidade, as crianças vivem mexendo em coisas que não devem. Entretanto, isso é absolutamente natural, pois o reconhecimento de ambientes faz parte do seu processo de desenvolvimento.

Os pais só precisam tomar cuidado para não deixá-las muito à vontade. O ideal é sempre ficar de olho para evitar qualquer tipo de problema. Hoje, a grande maioria dos acidentes envolvendo crianças acontece dentro de casa. De acordo com o Ministério da Saúde, por exemplo, boa parte das quedas até os nove anos de idade ocorre no ambiente doméstico.

O que muita gente não sabe é que quase todos esses acidentes poderiam ser evitados com atitudes simples. Esta é uma tarefa dos adultos, especialmente dos pais, que devem estar sempre em alerta para não darem brecha para o azar. Abaixo, estão alguns conselhos que você pode por em prática para garantir a segurança do seu filho.

Dicas para evitar acidentes com crianças

Para manter a segurança do seu filho, colocar em prática esses e outros cuidados é fundamental.

1. Caso more em apartamento ou sobrado, coloque grades nas janelas e nas varandas. A falta deste tipo de proteção representa um perigo enorme para os pequenos;

2. Sabe aquela caixa de medicamentos que todo mundo tem em casa para eventuais urgências? Então, ela deve ficar longe do alcance das crianças, de preferência em lugares altos, onde elas não podem alcançar;

3. Ao levar o seu filho para brincar na piscina do clube ou do condomínio, fique junto dele. Caso ele não saiba nadar, equipe-o com boias e coletes. Agora, se você tem piscina em casa, lembre-se de vedá-la ou colocar uma tela de proteção em volta.

Leia Também:  Fumantes Passivos – Risco de Morte

Saiba como manter as crianças seguras em  praias e piscinas.

O ideal é manter vigilância sobre os pequenos 24 horas por dia.

4. Como a maioria dos acidentes acontece na cozinha, este espaço demanda bastante atenção. O ideal é guardar em lugares estratégicos objetos que oferecem maior risco, como facas e fósforos, manter a criança longe do fogão quando estiver cozinhando e jamais deixar os bicos do fogão ligados;

Veja também: Cuidado com a segurança das crianças na cozinha.

5. Os produtos de limpeza também devem ficar em locais inacessíveis às crianças. Se for guardá-los em armários e gavetas, por exemplo, providencie protetores que impeçam a sua abertura. Outra dica importante é sempre colar um adesivo na embalagem identificando que tipo de produto há ali dentro.

Dê o exemplo

Como as crianças imitam os adultos, você deve procurar dar o exemplo dentro casa, evitando fazer coisas que ofereçam certo risco (manusear objetos cortantes, por exemplo) perto dos pequenos. Além disso, não basta colocar em prática essas orientações ou impor uma série de restrições ao seu filho para garantir sua segurança. É fundamental explicar os motivos de cada medida preventiva, para que ele possa compreender que você está fazendo tudo para o seu bem.

Top