A dieta vegetariana e o seu lado “negro”

Apesar de promover alguns benefícios à saúde, pessoas que adotam uma dieta vegetariana podem estar mascarando transtornos alimentares eis a questão da dieta vegetariana…

Apesar de promover alguns benefícios à saúde, pessoas que adotam uma dieta vegetariana podem estar mascarando transtornos alimentares eis a questão da dieta vegetariana e o seu lado “negro”. Essa conclusão foi obtida através de um estudo feito nos EUA com cerca de 2.516 jovens e adolescentes. A pesquisa mostrou que o dobro dos entrevistados vegetarianos confessou ter usado alguns métodos não-saudáveis para tentar emagrecer, isso em comparação com aqueles que não haviam adotado uma dieta sem carne.

A dieta vegetariana e o seu lado negro (Foto: Divulgação)

A dieta vegetariana e o seu lado negro (Foto: Divulgação)

A dieta vegetariana e o seu lado “negro”

A dieta vegetariana e o seu lado “negro” é um tema grave e uma pesquisa aponta que  cerca de 21% dos adolescentes que tentaram o vegetarianismo confirmaram ter usado remédios, laxantes ou diuréticos ou ter tentado provocar o vômito para emagrecer, enquanto 10% dos não-vegetarianos relataram ter recorridos a alguns desses métodos.

Leia mais informações sobre: Dieta vegetariana como fazer

Maneira de emagrecer

Sem carne, pessoa precisa substituir e encontrar os nutrientes em alimentos alternativos (Foto: Divulgação)

Sem carne, pessoa precisa substituir e encontrar os nutrientes em alimentos alternativos (Foto: Divulgação)

Para os jovens e adolescentes que vivem em briga com a balança, o vegetarianismo é vista como uma maneira de emagrecer e não uma forma saudável de alimentação. Segundo David Katz, da escola de Medicina da Universidade de Yale, esse é o lado negro do vegetarianismo.

Transtornos alimentares

Pessoas buscam a dieta para emagrecer (Foto: Divulgação)

Pessoas buscam a dieta para emagrecer (Foto: Divulgação)

Os vegetarianos que participaram da pesquisa eram mais propensos a desenvolver transtornos alimentares, apesar de que o vegetarianismo, e as outras dietas baseadas no consumo de plantas possam ser recomendados para essa faixa de idade. Quando os adolescentes optam por esse tipo de “dieta”, sozinhos, é importante ficar atento e descobrir os motivos, pois essa atitude pode ser mais um pedido de ajuda do que uma escolha de vida saudável.

Continuar Lendo  Classificados de Imóveis SP

Leia mais informações sobre: DIETA VEGETARIANA PARA CRIANÇAS: CUIDADOS

Menos sobrepeso

Vegetariano não come nada que provém dos animais (Foto: Divulgação)

Vegetariano não come nada que provém dos animais (Foto: Divulgação)

Porém o estudou mostrou que, apesar de serem mais propensos a transtornos alimentares, os vegetarianos costumam ter menos sobrepeso do que seus colegas onívoros, além de pressão sanguínea mais regulada e taxa de colesterol baixa.Os jovens e adolescentes vegetarianos possuem mais risco de desenvolver compulsões alimentares, enquanto os ex-vegetarianos podem aumentar de forma destrutiva o controle do peso. Os médicos e nutricionistas costumam grifar apenas o lado benéfico da dieta sem carnes, porém é necessário lembrar que ela pode trazer alguns riscos.

Top