A Carreira de Ronaldo o Fenômeno

Nascido no Rio de Janeiro, no dia 22 de setembro de 1976, Ronaldo Luís Nazário de Lima, o Ronaldo é um dos maiores jogadores…

Por Redacao em 27/03/2011

A carreira de Ronaldo, o fenômeno

Nascido no Rio de Janeiro, no dia 22 de setembro de 1976, Ronaldo Luís Nazário de Lima, o Ronaldo é um dos maiores jogadores de futebol da história. É o maior artilheiro de Copas do Mundo com 15 gols. Como a maioria dos jogadores, o fenômeno, carinhosamente chamado pela torcida brasileira, iniciou sua carreira no futsal, no Valqueire Tênis Clube. Pouco tempo depois Ronaldo se transferiu para o Social Ramos Clube. Um pouco mais tarde vai para o Cruzeiro de Belo Horizonte, onde se profissionalizou e alcançou os primeiros indícios de fama como jogador.

Em 1993 começou a se destacar, e balança as redes 12 vezes em 14 partidas pelo Campeonato Brasileiro, sendo o terceiro maior artilheiro daquele ano. No ano seguinte, Ronaldo já começa sendo o artilheiro do Campeonato Mineiro, e promessa para o segundo semestre. Ronaldo ainda seria convocado para a Copa do Mundo de 1994, onde teve participação discreta no banco de reservas. PSV Eindhoven da Holanda, de olho no atleta, o contrata por US$ 6 milhões. Ronaldo deixa a raposa com uma marca de 57 gols em 59 partidas.

Na Holanda, Ronaldinho novamente impressiona 67 gols em 71 partidas. O Barcelona decide o contratar, e paga US$ 20 milhões pelo jogador, um dinheiro muito bem investido por sinal, já que o atleta faria 17 gols em 20 jogos, sendo eleito pela primeira vez melhor jogador do mundo, pela FIFA. A Internazionale de Milão resolve pagar a multa rescisória do jogador que era de US$ 32 milhões, e Ronaldo embarca para a Itália.

Novamente Ronaldo obteve sucesso já na primeira temporada em seu novo clube, balançando as redes 14 vezes em 19 jogos, o que resultaria em se tornar pela segunda vez seguida o melhor jogador do mundo. Em 1998, na Copa do Mundo se envolve em uma polêmica de convulsão e, em 2000, com atuações discretas pelo time da Internazionale, Ronaldo rompe o joelho contra o Lazio, o que resultaria 15 meses afastados.

Depois da fantástica Copa do Mundo, em que Ronaldo foi o principal jogador ao lado de Rivaldo, o Real Madrid resolve pagar sua multa que era de 35 milhões de euros, e novamente vai jogar na Espanha. No Real Madrid, ao lado de estrelas como Zidane, Roberto Carlos, Raúl, Beckham, Figo, o Fenômeno é eleito pela 3º vez o melhor do planeta.

Após quatro anos de conquistas no clube merengue, se transfere para o Milan, pois estava sendo criticado por seu peso; teve uma participação discreta. O clube estava em crise, com poucas chances de conquistar o Italiano, e num jogo contra o Livorno, Ronaldo salta e se machuca, deixando o campo chorando.

O Fenômeno volta para o Brasil, onde iniciou tratamento no Flamengo, mas é pelo Corinthians que Ronaldo voltaria aos gramados. Consquitou dois títulos na temporada e, só não conseguiria conquistar a sonhada Copa Libertadores para o timão em 2010, devido uma aposentadoria dos gramados.

Ronaldo conquistou duas Copas do Brasil, Campeonato Mineiro, KNVB Cup, duas Supercopas da Espanha, Copa da UEFA, Mundial Interclubes, Liga espanhola, Campeonato Paulista, Copa das Confederações, duas Copas Américas, e duas Copas do Mundo.

Top