8 de dezembro – Dia da Família

Quando criança você é o centro das atenções na família, na adolescência você a troca pelos amigos e a balada, quando casa e tem…

Quando criança você é o centro das atenções na família, na adolescência você a troca pelos amigos e a balada, quando casa e tem seus filhos, quer voltar ao núcleo familiar e começa a dar mais valor a cada integrante que tem o mesmo sangue que você. Assim, os anos vão passando e a família continua muito presente em cada etapa da vida.

O que é família

Sem definições abstratas ou que envolvam sentimentos, definir família é dizer que são pessoas que fazem parte de um grupo e estão ligadas por descendência, sempre existindo um elo entre eles. A família é a primeira sociedade organizada do mundo!

Normalmente, os membros de uma família têm o mesmo sobrenome que é passado de geração em geração. Embora hoje isso não seja tão forte, os sobrenomes marcavam uma família em cidades menores ou mesmo há décadas atrás.

Mudanças na família

O modelo de família apresentado em livros didáticos com o papai, a mamãe e os filhinhos está cada vez menos fazendo parte da vida em sociedade. As famílias têm mudado e a presença de mães solteiras, avó que faz papel de mãe, pais que cuidam da casa, filhos que moram com tios e casais do mesmo sexo é algo cada vez mais frequente do que se imagina.

Outra mudança é em relação ao número de membros da família, de duas décadas para cá,  bem reduzido em todos os cantos do Brasil, de 4,3 pessoas por família em 1981, para 3,3 pessoas em 2001.

Aquelas famílias com mães que engravidavam a cada ano, de um novo filho, e formavam a famosa “escadinha” de crianças, já passou, com o advento da pílula anticoncepcional e a busca da independência financeira da mulher, as famílias que têm uma média de 1,6 filhos.

Continuar Lendo  Lojas Ricardo eletro, endereços, localidades

Porém, o número de famílias no Brasil cresceu segundo o último Censo Demográfico. Entre os anos de 1991 e 2000, o nosso país teve crescimento no número de famílias constituídas, saindo de 37,5 para 48,2 milhões. Famílias pequenas são os casos mais comuns.

Valorizar a família

Dar valor a cada componente da sua família, amar o quanto puder e dispensar tempo em transmitir esse carinho são os valores que a família transmite de melhor. A velha premissa que os pais de adolescentes amam dizer é verdade: seus amigos são seus amigos, mas em qualquer hora você pode contar mesmo com a sua família.

Quase como um refúgio, haja o que houver, a família vai amparar e acolher. O dia dedicado a lembrança da instituição família é para refletir e valorizar cada um dos seus entes queridos ainda mais!

Top