7 truques de decoração

Alguns truques de decoração são capazes de transformar o visual de cada ambiente. Os arquitetos e designers de interiores inovam suas propostas de acordo…

Por Isabella Moretti em 02/01/2012

Sala pequena com o espaço bem aproveitado.

Alguns truques de decoração são capazes de transformar o visual de cada ambiente. Os arquitetos e designers de interiores inovam suas propostas de acordo com as necessidades de cada cômodo da casa e consideram também as tendências para fazer as devidas mudanças.

Todos os espaços residenciais podem ser beneficiados com os truques de decoração, tanto os ambientes de convívio como os de intimidade. Na hora de fazer as devidas mudanças, é preciso certificar-se do equilíbrio entre os elementos que decoram cada espaço, considerando o caráter funcional e estético.

Truques para uma decoração inteligente

1. Aproveitar ambientes pequenos

Os espaços restritos precisam ser bem aproveitados e algumas técnicas se revelam decisivas para a otimização. Em primeiro lugar escolha cores claras e suaves para decorar a divisão, assim fica mais fácil criar a sensação de amplitude. Outro fator importante está em remover os itens desnecessários do cômodo, ou seja, aqueles que só ocupam espaço e não possuem função.

Explorar a luz natural é uma forma de contribuir com as divisões pequenas da casa, por isso vista as janelas com cortinas leves e claras. Os acessórios usados na hora de decorar também prometem engrandecer um ambiente residencial, como é o caso dos espelhos pendurados nas paredes.

2. Aproveitar ambientes espaçosos

Use a criatividade e o bom gosto para aproveitar os espaços disponíveis em cada cômodo, tomando o cuidado para não deixar lacunas na decoração. Quando os ambientes são mais espaçosos, existe a possibilidade de ousar na escolha dos móveis, revestimento e acessórios. Se o desafio for ocupar espaço, experimente inovar as cortinas, tapetes e objetos decorativos. Busque sempre a harmonia na composição para não deixar o cômodo pesado.

3. Favorecer a iluminação

A iluminação favorece o ambiente.

Para otimizar a claridade em casa é fundamental investir em paredes brancas e focos de luz estratégicos. O projeto de iluminação não deve considerar apenas a estética, mas também precisa assegurar a funcionalidade dos ambientes. É importante ressaltar que cada cômodo necessita de uma quantidade de luz específica.

4. Inovar as paredes

As paredes são determinantes para o visual da casa, por isso é essencial acertar nas cores e acabamentos. Há vários materiais usados para revestir, mas a escolha depende da criatividade, orçamento e, acima de tudo, combinação com os demais elementos. Para quem deseja investir em um colorido especial no interior da casa, vale apostar no papel de parede. Outra forma bem interessante de inovar o espaço vertical sem sobrecarregá-lo é mudando a cor de uma única parede.

5. Móveis proporcionais

A mobília usada para decorar precisa ser proporcional ao ambiente, ou seja, considerar a delimitação do espaço. Os móveis escuros fazem sucesso na hora de decorar, mas é recomendado tomar cuidado com o uso porque eles diminuem os ambientes. Quando as peças que compõem o mobiliário são bem distribuídas e organizadas, elas também acabam contribuindo com o espaçamento.

6. Cores e estampas

Busque a combinação perfeita entre as cores, valorizando a estratégia do contraste para facilitar o equilíbrio. Antes de trabalhar com um determinado tom na decoração, é válido conhecer os estímulos e sensações que estão associados a ele.

As estampas são capazes de criar efeitos na hora de decorar e inovar totalmente uma proposta. Por exemplo, uma composição romântica vai se apropria de motivos florais e passa a valorizar ainda mais o estilo. Caso duas estampas com desenhos diferentes dividam o mesmo espaço, é necessário que elas sigam o mesmo padrão de cores.

Cor branca predomina no quarto e favorece a amplitude.

7. Ambientes integrados

Considerados uma tendência na área de decoração e arquitetura, os ambientes integrados otimizam o espaço residencial e favorecem a comunicação dentro da casa. Por exemplo, uma cozinha americana que possibilita a comunicação do morador que prepara a refeição com as pessoas que estão na sala de estar.

Top