7 cuidados para evitar o Infarto do Miocárdio

As doenças cardiovasculares estão entre as que mais matam em todo o mundo. Entre elas, o Infarto do Miocárdio é umas das principais causas desses…

As doenças cardiovasculares estão entre as que mais matam em todo o mundo. Entre elas, o Infarto do Miocárdio é umas das principais causas desses óbitos, atingindo principalmente os homens de meia idade e as mulheres após a menopausa.

O infarto do miocárdio pode ser prevenido com algumas mudanças no modo de vida (Foto: Divulgação)

Também conhecida como ataque cardíaco, a doença acontece quando o músculo cardíaco (miocárdio) morre por falta de oxigênio, em decorrência da interrupção súbita e intensa do fluxo sanguíneo no interior da artéria coronária, causada pela formação de um coágulo que entope a veia, impedindo a circulação do sangue.

Como o infarto tem a obesidade, o tabagismo, a depressão, o estresse e o colesterol alto entre os fatores de risco, é possível diminuir os riscos do aparecimento da doença seguindo algumas dicas. Confira, a seguir, 7 cuidados para evitar o Infarto do Miocárdio.

Alimente-se de forma saudável

Como a obesidade está entre os fatores de risco do infarto do miocárdio, é fundamental manter uma alimentação saudável diariamente, para diminuir os riscos de aparecimento da doença e também para controlar o peso.

Invista em frutas, verduras, e legumes; procure ingerir mais peixes, principalmente sardinha, bacalhau, truta e salmão, ricos em ácidos graxos ômega 3; e aposte em alimentos ricos em fibras, grãos integrais e derivados da soja. Por outro lado, diminua a ingestão de sal, dos alimentos ricos em colesterol e das gorduras saturadas, trans ou hidrogenadas.

Pratique atividades físicas com regularidade

Para uma boa saúde, é fundamental praticar exercícios físicos aeróbicos (andar, correr, pedalar, nadar, dançar) pelo menos três vezes na semana, durante 30 minutos, no mínimo.

Evite o cigarro

O cigarro também está entre os maiores fatores de riscos para a morte cardíaca súbita. Se você fuma, saiba que parar com o vício diminui os riscos de infarto em até 50%, em dois anos.

Parar de fumar é uma das melhores formas de prevenção do infarto (Foto: Divulgação)

Beba moderadamente

Como o álcool é muito calórico e pode aumentar os níveis de açúcar, ácido úrico e triglicerídeos, procure beber moderadamente, pois a ingestão em excesso das bebidas alcoólicas pode trazer vários riscos para a sua saúde.

Combata o stress e a depressão

Stress e depressão devem ser tratados com a ajuda médica o mais rápido possível, pois também estão entre os fatores de risco. Além da avaliação de um psiquiatra ou psicólogo, exercícios físicos, técnicas de relaxamento e o uso de medicamentos podem ser necessários.

Consulte o médico periodicamente

Aquele famoso “check-up geral”, realizado anualmente por muitas pessoas, é outra importante medida de prevenção do infarto. Através da consulta médica e dos exames, é possível detectar os riscos e mudar o estilo de vida para eliminá-los.

Outra excelente dica é optar por uma alimentação saudável, evitando exageros (Foto: Divulgação)

Investigue o histórico familiar

A hereditariedade é também um fator de risco para o infarto do miocárdio. Por isso, outra boa dica é pesquisar se algum parente próximo teve infarto ou outro problema relacionado ao coração, antes dos 60 anos. Em caso positivo, fique ainda mais atento às formas de prevenção.

Top