5 dicas para investir em imóveis

Investir em imóveis é uma forma de negócio como outra qualquer, dessa forma, pagar funcionários e estabelecer parcerias são caminhos para o sucesso. Veja cinco dicas para entrar nesse ramo. […]

Quando se tem dinheiro a mais no banco, o primeiro pensamento que aparece é: como investi-lo? Fazer o dinheiro render é bem melhor do que mantê-lo guardado a sete chaves e estando assim sujeito a desvalorizações. Uma forma de ter uma renda extra é investir em imóveis. Veja dicas de um especialista no assunto.

 

Imóveis são caminhos de fazer o dinheiro render

Cinco dicas para investir em imóveis

De acordo com informações do site do coaching empresarial, empreendedor e investidor imobiliário, Fabrício Stefani Peruzo, a primeira dica é ter um controle sobre o dinheiro que vai ser gasto, pois alguns custos estão envolvidos, como ligações telefônicas e visitação aos locais. Tudo isso deverá ser retirado do lucro obtido, mesmo se for preciso pagar alguém para cuidar dessa parte do trabalho. Segundo ele, é como um outro negócio qualquer e claro que envolve gastos, mas eles devem ser rentáveis.

Pagar profissionais para prestar serviços deve ser visto como investimento

Uma segunda dica é colocar a razão acima da emoção. O imóvel não precisa ser agradável aos olhos do investidor, pois ele não morará nele, o que deve ser visto é se a propriedade tem potencial para gerar lucro.

Construa ao invés de comprar pronto

A terceira orientação é sobre a possibilidade de construir. Na opinião de Peruzo, o investimento passa a ser mais caro se ele for comprado já pronto, pois dessa forma, está havendo o pagamento de todos os custos envolvidos na obra e ainda a margem de lucro de quem está vendendo. Portanto, é bem melhor construir para depois alugar ou vender.

Construir é mais lucrativo

As parcerias são fundamentais para o sucesso de qualquer negócio. Dessa forma, ao invés de tentar trabalhar sozinho, a grande dica é contratar quem sabe fazer determinada atividade. O custo do erro é muito grande se o próprio investidor tentar resolver tudo sozinho em áreas desconhecidas por ele. Dessa maneira, ter colaboradores vale muito mais a pena.

Continuar Lendo  Caixa aumenta para 35 anos prazo de financiamentos habitacionais

Na esteira da união entre diversos profissionais, o empresário informa que investidores que agem sozinhos são menos suscetíveis a ter sucesso. Na opinião dele, quanto maior o grupo, maior o poder de negociação, trazendo então mais rendimentos.

Top