24 de abril: Dia internacional do Jovem Trabalhador

24 de abril: Dia internacional do Jovem Trabalhador. A data serve de estímulo para aqueles que estão buscando espaço no mercado de trabalho ou…

24 de abril: Dia internacional do Jovem Trabalhador. A data serve de estímulo para aqueles que estão buscando espaço no mercado de trabalho ou ainda estão em dúvida sobre qual profissão seguir. A juventude brasileira tem demonstrado interesse pela carreira, mas nem sempre as empresas concedem oportunidades.

24 de abril: Dia internacional do Jovem Trabalhador (Foto: Exame/Abril)

24 de abril: Dia internacional do Jovem Trabalhador (Foto: Exame/Abril)

24 de abril: Dia internacional do Jovem Trabalhador

O grande problema enfrentado pelos jovens na hora de se candidatar a uma vaga de emprego é a valorização da experiência, que despreza o fato de que eles estão dando os primeiros passos na vida profissional. 24 de abril: Dia internacional do Jovem Trabalhador serve para chamar a atenção a esse público que vem crescendo cada vez mais no Brasil e fora dele.

Os jovens buscam cada vez mais por uma oportunidade no mercado de trabalho (Foto: Exame/Abril)

Os jovens buscam cada vez mais por uma oportunidade no mercado de trabalho (Foto: Exame/Abril)

O que o dia do Jovem Trabalhador oferece

O Dia Internacional do Jovem Trabalhador procura romper preconceitos sobre a contratação de funcionários sem experiência. A data quer mostrar para os empregadores que o jovem tem muito a acrescentar ao mercado de trabalho, sobretudo com novas ideias que podem contribuir com o avanço do negócio. A descoberta de novos talentos também é um argumento defendido a favor do jovem.

Leia aqui: Cursos Gratuitos em Guarulhos no Programa Jovem Aprendiz

O jovem brasileiro luta por espaço no mercado de trabalho (Foto: Exame/Abril)

O jovem brasileiro luta por espaço no mercado de trabalho (Foto: Exame/Abril)

Os jovens trabalhadores do Brasil

As políticas públicas procuram criar benefícios para os jovens trabalhadores, principalmente para superar a competitividade que existe no mercado de trabalho com os profissionais qualificados. Por isso o Governo Estadual e os governos estaduais investem nos programas de concessão de emprego. No estado de São Paulo, por exemplo, há várias iniciativas que foram criadas para favorecer os jovens trabalhadores paulistas. O Emprega SP é um sistema online gratuito que atua na intermediação da mão-de-obra, contribuindo com a empregabilidade da juventude. O portal oferece vagas de emprego através dos programas Aprendiz Paulista e Jovem Cidadão.

Leia Também:  Pasta de Brilho para Alumínio Onde Comprar

Leia mais informações aqui: Inscrições Jovem Aprendiz Banco Itaú 2016

24 de abril Dia internacional do Jovem Trabalhador 05

Qual a melhor forma de o jovem ingressar no mercado de trabalho?

A melhor forma de o jovem ingressar no mercado de trabalho é na condição de aprendiz. Neste primeiro momento ele vai desempenhar as atividades para aprender uma profissão, sem comprometer o período dedicado aos estudos. Os aprendizes são remunerados e adquirem experiência para futuramente buscar posições melhores. Uma pesquisa da Fundação Perseu Abramo revelou que 36% dos jovens entre 15 e 24 anos têm emprego, enquanto o percentual de 22% já teve uma ocupação, mas se encontra fora do mercado atualmente. De todos os jovens trabalhadores brasileiros, 66% usam o salário para complementar a renda familiar.

O jovem deve trabalhar, mas respeitando o período dos estudos. (Foto: Exame/Abril)

O jovem deve trabalhar, mas respeitando o período dos estudos. (Foto: Exame/Abril)

O que diz a lei sobre o trabalho do jovem?

A Constituição brasileira proíbe qualquer tipo de trabalho realizado por menores de 16 anos, excesso na condição de aprendiz, que permite a atuação do jovem com mais de 14 anos. A lei que regulamenta a função do aprendiz determina que o contrato tem duração máxima de dois anos, além de ser voltada apenas para pessoas com idade de 14 a 24 anos. Se você é um jovem trabalhador deve ficar atento às leis que lhes são impostas.

Top