21 de março: Dia internacional da síndrome de down

O dia internacional da Síndrome de Down, celebrado em 21 de março, é marcado por várias homenagens voltadas aos portadores. A data foi oficializada…

O Dia Mundial da Síndrome de Down já foi oficializado pela ONU.

O dia internacional da Síndrome de Down, celebrado em 21 de março, é marcado por várias homenagens voltadas aos portadores. A data foi oficializada em 2006 e já consta no calendário da ONU (Organização das Nações Unidas).

Diante de tanto preconceito e dificuldades enfrentadas no âmbito social, o dia da Síndrome de Down serve para repensar na inclusão de crianças, jovens e adultos que possuem a deficiência. Trata-se também de uma ocasião propícia para palestras e debates.

Ao ser comemorada no dia 21 do mês 3, a data faz uma alusão a Trissomia que resulta na síndrome, ou seja, no cromossomo 21 extra. O distúrbio genético é responsável por causar déficit nas habilidades cognitivas e no desenvolvimento físico.

O Dia internacional da Síndrome de Down foi criado especialmente para incentivar a participação dos portadores na sociedade. Além das comemorações, a data tem como objeto ressaltar a busca por independência e reabilitação dos movimentos físicos.

Já existem tratamentos para melhorar a coordenação motora e desempenho intelectual.

Os portadores da síndrome estão lutando cada vez mais por liberdade e reconhecimento. Alguns tratamentos já estão sendo difundidos para ajudá-los a superar as dificuldades, como é o caso do método Cuevas Medek Exercise (CME), que se apropria de técnicas fisioterápicas para ajudar a criança com Síndrome de Down a desenvolver melhor a coordenação motora. Adorar o método durante a infância é um grande investimento para formar adultos independentes.

Por muito tempo as crianças com Síndrome de Down foram rotuladas e praticamente excluídas do contexto social por causa das dificuldades de aprendizagem. Hoje em dia esta realidade está diferente, já que o portador frequenta a sala de aula normalmente para ser alfabetizado. Os próprios professores passaram a identificar as necessidades especiais para desenvolver estratégias de ensino mais eficazes.

Leia Também:  Dia internacional da Síndrome de Down: 21 de março

O que é a síndrome de Down?

O distúrbio genético recebeu o seu nome em homenagem ao descobridor John Langdon Down, o primeiro médico a descrever a doença em seus estudos realizados no ano de 1862. Ele foi o grande responsável por encontrar a cópia extra do cromossomo 21, a causa da síndrome.

As pessoas que sofrem com a Síndrome de Down possuem características em comum, como os olhos amendoados, prega palmar transversal única, pescoço curto, membros pequenos e língua grossa. Elas têm dificuldades de aprendizado e aparência facial com traços semelhantes.

Estima-se que, a cada 800 ou 1000 nascimentos, um bebê nasce com Síndrome de Down. Os portadores possuem maiores chances de desenvolver problemas cardíacos, obesidade, hipotireoidismo e refluxo. Apesar de tudo, a expectativa de vida tem aumentado nos últimos anos e gira em torno de 60 a 70 anos.

Os portadores podem ser independentes e construir uma família.

 

Top