2 de abril: dia internacional do livro infantil

2 de abril: dia internacional do livro infantil

  Comece a ensinar as crianças a ter o hábito da leitura (Foto: Divulgação) Com a intenção de educar as crianças moralmente, a literatura…

Por Élida Santos em 02/04/2012

 

Comece a ensinar as crianças a ter o hábito da leitura (Foto: Divulgação)

Com a intenção de educar as crianças moralmente, a literatura infantil surgiu no século XVII. Anos mais tarde, em homenagem ao escritor dinamarquês, Hans Christian Andersen, foi criado o dia nacional do livro infantil, que passou a ser comemorado na data de seu nascimento, 2 de abril, graças as muitas histórias criadas por ele para esse público seleto.

Para quem não reconhece o autor, saiba que ele foi o responsável pela criação de “O Patinho Feio”, “O Soldadinho de Chumbo”, “A Pequena Sereia” e “As Roupas Novas do Imperador”. O Dia Internacional do Livro Infantil é comemorado em mais de sessenta países, onde as pessoas incentivam os pequeninos a terem um gosto pela leitura.

Os pais devem ajudar os filhos na leitura desde cedo (Foto: Divulgação)

Nesta segunda-feira, 2 de abril, a Biblioteca Pública Estadual Dr. Isaías Paim, localizada na cidade de Campo Grande, inaugura uma exposição literária voltada para crianças. A ideia, idealizada pela Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, tem como intuito a promoção ao incentivo à literatura, além de e aproximar os usuários dos livros que fazem parte do acervo bibliográfico. No espaço estão disponíveis mais de 35 mil títulos para empréstimo e consultas. Para mais informações entre em contato por meio do telefone (67) 3316-9161 e (67) 3316-9175.

O brasileiro lê mais na idade escolar, que é entre 5 e 17 anos (Foto: Divulgação)

Brasileiro lê pouco

Segundo pesquisa realizada pelo Instituto Pró-Livro, metade dos brasileiros não se interessa pela leitura. O estudo mostra que os esforços brandos da área da educação somado a falta de incentivo familiar fazem com que o brasileiro leia, no máximo, quatro livros por ano. A terceira edição da pesquisa Retratos da Leitura no Brasil demonstra que a maior concentração de leitores está na faixa de 5 a 17 anos, que é a idade escolar.

Os leitores devem ser formados quando crianças, junto com a alfabetização dos pequeninos. Antes mesmo de começarem a ler e a escrever, é aconselhável que os país façam leitura de livros para essas crianças. Depois, já na fase escolar, compre livros interativos, onde o seu filho possa colorir os desenhos e ler pequenos trechos de história. Com o tempo aumente a dificuldade, dando livros maiores, com menos figuras e mais texto.

Top