18 de maio: Dia internacional dos Museus

No dia 18 de maio comemora-se o Dia internacional dos museus. Esta data serve para refletir sobre a importância destes espaços, que fornecem contribuições…

O museu é uma instituição que preserva e história e a cultura.

No dia 18 de maio comemora-se o Dia internacional dos museus. Esta data serve para refletir sobre a importância destes espaços, que fornecem contribuições culturais e permitem resgatar as memórias de diferentes épocas.

O museu é uma instituição que não possui fins lucrativos e que procura resgatar momentos históricos ou elementos que fizeram parte da vida de grandes personalidades. A exposição que fica ao dispor da sociedade representa uma ótima chance de aprendizagem e enriquecimento da cultura de cada indivíduo.

São muitas as responsabilidades atribuídas ao museu, como o desafio de conservar, restaurar e investigar os artefatos históricos. Atualmente há várias instituições do gênero espalhadas pelo mundo que trabalham para expor obras de arte, objetos e móveis antigos, documentos, cédulas de dinheiro, entre outros itens.

Quem inclui um passeio pelo museu no roteiro turístico tem a oportunidade de conferir de perto um festival de conhecimento, história e arte. Algumas instituições são muito frequentadas e atraem turistas de todas as partes do mundo, como é o caso do Museu do Louvre (Paris), Museu Hermitage (São Petersburgo), Museu Britânico (Londres), Museu Metropolitano de Arte (Nova York), Museu Egípcio (Cairo), entre muitos outros.

Saiba mais: Os museus mais visitados do mundo

Museu do Louvre, um dos principais do mundo.

A origem do dia dos museus

O Dia Internacional dos museus foi instituído em 1977 pelo ICOM (Conselho Internacional de Museus), um organismo que integra a UNESCO. Desde então a data é motivo para várias comemorações, ações que envolvem a comunidade e eventos culturais que procuram despertar o interesse dos visitantes.

Veja também: Semana Nacional de Museus 2012

Leia Também:  Cpad - Casa Publicadora de Assembléias de Deus

História do museu no mundo

Os museus existem desde tempos muito remotos, como é o caso do homem paleolítico, que já cultivava o costume de armazenar artefatos. Entretanto, o verdadeiro conceito de museu surgiu no segundo milênio a.C na Mesopotâmia, quando as inscrições antigas eram copiadas e usadas para educar os jovens.

O conceito de museu se fortaleceu durante a Antiguidade, com templos que procuravam exaltar as divindades. Entre os acervos mais famosos desta época, vale ressaltar o museu criado em Alexandria por Ptolomeu Sóter por volta do século III a.C. Devido a enorme coleção de obras escritas, mais tarde a instituição se tornou a Biblioteca de Alexandria.

Os museus continuaram a ser construídos e explorados durante a Idade Média. A medida em que o homem ia descobrindo novos territórios e entrando em contato com outras culturas, as coleções expostas se tornavam mais interessantes. O museu Ashmolean Museum, criado no século XVII, foi o primeiro a valorizar a tendência moderna com os seus acervos, que logo passaram a ser administrados pela Universidade de Oxford.

Inicialmente foi chamado de Museu Real, mas hoje é conhecido como Museu Nacional da Quinta da Boa Vista.

Os museus continuaram em expansão na Europa e este conceito de instituição foi levado para outras partes do mundo. No Brasil, a criação das instituições culturais começou com a chegada da Família Real, sendo que uma das primeiras idealizações foi a Escola Real de Ciências, Artes e Ofícios, criada em 1816. Dois anos depois, o Museu Real foi inaugurado por D. João VI.

Top