15 de novembro: Proclamação da República

No dia 15 de novembro comemora-se no Brasil o “Dia da Proclamação da República”. Esta data é muito importante para a história brasileira, pois…

No dia 15 de novembro comemora-se no Brasil o “Dia da Proclamação da República”. Esta data é muito importante para a história brasileira, pois representa o rompimento definitivo com Portugal e a ascensão de um novo governo que derrubou de vez a monarquia do Império, exercida na época por D. Pedro II.

Faz 123 anos que o Brasil deixou de ser monarquia. (Foto:Divulgação)

A crise da monarquia de D. Pedro II

Antes da proclamação da república, o Governo Imperial passava por severas dificuldades. O Brasil tinha problemas econômicos em virtude da abolição dos escravos, que se deu em 1888. O imperador D. Pedro II também sofria pressões de todas as camadas sociais, que manifestavam insatisfação com a monarquia e as medidas tomadas pelo governo.

Os proprietários de terra estavam insatisfeitos com o fato de precisar pagar pela mão-de-obra dos imigrantes, já que não tinham mais os negros para trabalhar nas lavouras.  Desta forma, eles queriam colocar um fim na monarquia portuguesa e obter poder político.

A Guerra do Paraguai, que durou de 1864 a 1870, também contribuiu com o fim da monarquia no Brasil, pois os soldados brasileiros que eram aliados dos exércitos do Uruguai e Argentina receberam orientações para implantar a república.

Saiba mais: Feriado de 15 de novembro: Proclamação da República 

Quadro de Benedito Calixto retrata o levante da Proclamação da República do Brasil. (Foto:Divulgação)

Nos anos que antecederam a proclamação, movimentos e conflitos armados estouraram por todo o país para defender a causa republicana. O povo brasileiro demonstrava estar cansado do domínio de Portugal e buscava a liberdade do país para escolher um líder.

A crise do governo imperial também foi aquecida pela insatisfação da classe média, concentrada nos grandes centros urbanos. Estas pessoas queriam derrubar a monarquia para ter mais chances de participar dos assuntos políticos do país. A Igreja Católica também demonstrou descontentamento com o governo de D. Pedro II e fez pressão para o fim da monarquia.

Leia Também:  Alimentos que Despistam a Vontade de Comer

As pressões para derrubar a monarquia no Brasil se intensificaram com o tempo, principalmente porque D. Pedro II estava doente e afastado das decisões políticas do país.

O dia em que o Brasil virou república

Deodoro da Fonseca foi o proclamador da república e 1º presidente do Brasil. (Foto:Divulgação)

O Brasil se transformou em uma república federativa presidencialista graças a um levante político-militar que aconteceu no dia 15 de novembro de 1889. O movimento teve como cenário a Praça da Aclamação, no Rio de Janeiro e foi liderado pelo Marechal Deodoro da Fonseca.

A partir do momento em que o Brasil se tornou uma república, o imperador foi retirado do poder. O primeiro presidente brasileiro também foi Deodoro Fonseca, que se manteve no governo provisório republicado de 1889 a 1891.

A monarquia chegou ao fim depois de 67 anos de regime. Três dias após a proclamação da república, D. Pedro II e sua família viajaram de volta para a Europa.

Veja também: Dia do Soldado – 25 de Agosto – Duque de Caxias

Top