11 de setembro: 11 anos dos piores ataques terroristas nos EUA

O dia 11 de setembro de 2001 ficou marcado para sempre no calendário mundial. Nesta data, a hegemonia dos Estados Unidos foi abalada por…

Por Isabella Moretti em 11/09/2012

O dia 11 de setembro de 2001 ficou marcado para sempre no calendário mundial. Nesta data, a hegemonia dos Estados Unidos foi abalada por um grande atentado terrorista, que matou mais de três mil pessoas. Os ataques destruíram dois grandes símbolos do poder norte-americano: as Torres Gêmeas do World Trade Center e o Pentágono.

Atentado as Torres Gêmeas completa 11 anos. (Foto:Divulgação)

Onze anos depois da tragédia, os americanos ainda lembram com muita dor e tristeza os acontecimentos do dia 11 de setembro. As imagens das torres em chamas, de pessoas se jogando das janelas, dos redemoinhos de fumaça em Manhattan – tudo ainda está guardado na memória, principalmente daqueles que perderam os seus entes queridos no ataque.

Atentados terroristas de 11 de setembro

Numa manhã aparentemente comum, 19 sequestradores assumem o controle de quatro aeronaves nos Estados Unidos. Depois de ter a rota desviada, o Voo 11 da American Airlines colidiu com a Torre Norte do World Trade Center em Nova Iorque. Logo em seguida foi à vez do Voo 175 da United Airlines atingir a Torre Sul.

O outro grupo de terroristas agiu para mudar o percurso do Voo 77 da American Airlines, que atingiu o Pentágono. No entanto, os passageiros do quarto voo sequestrado descobriram sobre o atentado e assumiram o controle do avião, que tinha como alvo o Capitólio em Washington. A bordo do Voo 93 da United Airlines, o plano dos terroristas não teve sucesso.

Depois das terríveis cenas registradas no dia 11 de setembro, os Estados Unidos ficou de luto e já não tinha tanta certeza a respeito da segurança em suas fronteiras. O FBI deu início a uma investigação para descobrir os culpados dos ataques e logo descobriu que os sequestradores serviam a Al-Qaeda. O principal responsável pela morte de quase 3 mil pessoas foi Osama Bin Laden, um dos líderes da organização islâmica.

Três motivos foram apresentados para justificar a série de atentados terroristas: a presença das tropas americanas na Arábia Saudita, o apoio a Israel por parte dos EUA e as sanções contra o Iraque.

Por um tempo, os americanos sofreram com uma espécie de estresse pós-traumático, principalmente com as medidas exageradas tomadas pelo Governo Bush em incentivo a guerra no Oriente Médio.

Saiba mais: 10 anos de 11 de Setembro: Veja o que mudou – Fotos e Vídeos

11 anos depois da tragédia

Memorial do 11 de setembro já recebeu 4,5 milhões de visitantes em um ano. (Foto:Divulgação)

Nos onze anos que decorreram após o ataque, muitas coisas mudaram nos Estados Unidos e no mundo. Bush não está mais na presidência, Osama Bin Laden foi dado como morto e Nova Iorque se reconstruiu depois de sua grande perda.

No terreno que abrigava as torres gêmeas, que ficou conhecido como Marco Zero, várias homenagens foram realizadas no decorrer de 11 anos. Atualmente o local é cenário de um uma construção paralisada, cujas obras deveriam ter sido concluídas em 2009. O atraso da conclusão do museu decepcionou a família das vítimas, principalmente porque os motivos são divergências entre a Fundação 11 de Setembro e a polícia portuária de Nova York e Nova Jersey.

O museu levará mais um ano para ser finalizado, o que significa que ele só ficará pronto em 2014. Além da construção em andamento, quem visita o terreno das Torres Gêmeas pode encontrar duas cascatas, que foram construídas no exato lugar ocupado por cada edifício.

Um ano depois da sua inauguração, o ‘memorial’ representado pelas duas fontes, já recebeu 4,5 milhões de visitantes e é uma das principais atrações da cidade.

Veja também: Conheça o Memorial Construído para as Vítimas do World Trade Center

Memorial tem os nomes de todas as vítimas que morreram no atentado há 11 anos. (Foto:Divulgação)

Top