10 dicas para organizar quarto de criança

O quarto das crianças sem dúvidas é um local que permanece um grande desafio não só para as mamães, como também para as empregadas…

O quarto das crianças sem dúvidas é um local que permanece um grande desafio não só para as mamães, como também para as empregadas domésticas organizarem a fim de limparem o ambiente de forma satisfatória. Todavia, essa é uma tarefa inerente não só à mãe como também à própria criança, que deve ter responsabilidade e aprender a organizar os seus pertences.

Por isso, para você que deseja se informar mais, conheça a seguir algumas dicas para arrumar o quarto da criança e usufrua de um ambiente mais limpo e cômodo para todos:

Veja como organizar o quarto de seu pequeno de maneira útil e eficiente (Foto: Divulgação)

1 – Eduque seu filho

Não adianta ficar atrás da criança sempre, recolhendo os resquícios deixados por suas brincadeiras. Ensinar o filho a arrumar o quarto é uma tarefa árdua, porém uma grande prova de amor, pois assim o pequeno entenderá a importância da ordem e da organização e aplicará esse ensinamento até o fim de sua vida, tornando-se alguém mais eficiente e até mesmo com as ideias e pensamentos em ordem.

2 – Seja o modelo

Neste contexto, também não adianta nada transmitir valores bons sendo que você mesmo não é organizado e deixa suas roupas e pertences jogados pela casa. Ser o exemplo é fundamental ao ensinar o filho a arrumar o quarto e não só isso, como também a se preparar para a vida.

Continuar Lendo  Primeiros socorros em casos de derrame

3 – Cada coisa em seu devido lugar

Uma das dicas para arrumar o quarto do filho é ter em mãos caixas organizadoras e prateleiras, de modo a definir bem o local de cada objeto. Separe bem os brinquedos de acordo com seu tipo e tome atenção às peças pequeninas.

Tenha prateleiras e recursos que visam facilitar a organização (Foto: Divulgação)

4 – Mantenha a casa limpa

Limpe ou contrate uma profissional em limpeza doméstica para efetuar este serviço ao menos uma vez por semana, pois assim o risco de juntar pó e ter a saúde dos membros da família prejudicada torna-se muito menor.

5 – Não faça aquilo que não cabe a você

Diante do processo de ensinar boas maneiras à criança, muitas mães erram acomodando o pequeno e fazendo-lhe suas tarefas de casa e outras funções que não competem a você a fazer. Por isso, ensine o seu filho a ser organizado, mostrando-lhe que na vida há responsabilidades desde cedo.

6 – Regras para todos os membros da família

Não adianta seguir todas essas dicas se dentro da própria família existe um mal exemplo, como o pai da criança que nada faz ou mesmo o irmão mais velho. Mude a estrutura do seu lar e insira regras coletivas e individuais, para que cada um cuide do que é de si próprio e do que é de todos.

Estabeleça regras inerentes a cada membro da família e não crie preferências entre os filhos (Foto: Divulgação)

7 – As responsabilidades para cada idade

Veja a seguir as responsabilidades de acordo com cada idade, a fim de não sobrecarregar o seu filho durante o seu processo de crescimento:

Dos 3 aos 4 anos a criança já pode aprender a se vestir sozinha e ajudar os adultos com objetos que não ofereçam perigo na cozinha. Na hora de guardar os brinquedos, o adulto deve estar junto orientando, porém a partir dos 4 anos a criança já pode ter uma rotina definida e horários para brincar e fazer suas tarefas de casa.

Continuar Lendo  Caminhada pode ter papel importante contra a depressão

Aos 5 ou 6 anos o filho pode começar a arrumar o próprio quarto e os brinquedos, passando pano úmido para tirar o pó, ajudar a por ou tirar a mesa, molhar as plantas, etc. Já dos 7 aos 9 a criança deve atender o telefone e receber recados, como também auxiliar a cuidar dos irmãos mais novos.

A partir dos 10 aos 12 anos a criança deve aprender a cozinhar e lavar as roupas, o que pode ser auxiliado com o recebimento de uma mesada, a fim de que o pequeno entenda a importância do trabalho na sociedade.

8 – Ensine o desapego

Um ponto importantíssimo ao organizar o quarto da criança é ensinar o pequeno a trabalhar o desapego. Muitos meninos e meninas já nem usam mais um determinado brinquedo, porém insistem em deixa-los guardados, apenas acumulando espaço e sujeira. Por isso, de uma forma lúdica explique como se o brinquedo tivesse vida, que ele está triste e gostaria de ganhar um novo dono que brincasse com ele com mais frequência. Ensine o pequeno a trabalhar a generosidade desde cedo, doando aquilo que já não lhe serve mais a fim de que o objeto possa servir de uma forma mais útil a uma outra criança.

Ensine a criança a trabalhar o desapego e assim tornar-se um cidadão mais consciente no futuro (Foto: Divulgação)

9 – Organização inteligente

Deixe à mostra os brinquedos utilizados com maior frequência para que a criança não desmonte a organização todos os dias em precisar de um brinquedo que lhe é mais preferido.

10 – Nada que uma boa conversa não resolva

Por fim, converse sempre com seu filho e jamais faça o uso da violência ou de tons altos de voz para educar, pois a tendência dessa atitude é fazer a criança crescer com ira ou muito medo, tornando-se covarde para a vida. Trate-a sempre como um ser humano e jamais como alguém inferior a você pela idade ou condição de ser seu filho. Assim a convivência será harmoniosa e muito agradável para todos em sua casa.

Continuar Lendo  Pacote de viagens para 2 de novembro, Natal, RN 2012

Top