10 dicas para escolher o seu curso universitário

Antes de ingressar no ensino superior, muitos estudantes ficam em dúvida sobre qual a melhor opção de carreira seguir. Entre o sonho de infância,…

Antes de ingressar no ensino superior, muitos estudantes ficam em dúvida sobre qual a melhor opção de carreira seguir. Entre o sonho de infância, a pressão da família, a influência dos amigos e a exigência do mercado, é comum ter dificuldades para se decidir. Se esse é o seu caso, confira 10 dicas para escolher o seu curso universitário.

Conheça algumas dicas que podem ajudar a definir a sua escolha pelo melhor curso superior (Foto: Divulgação)

Saiba mais: MEC divulga nova lista de cursos superiores ruins

Filosofia na liderança: Melhores graduações Enade 2011

1 – Procure saber se o curso é autorizado

Para funcionar de forma regular, os cursos superiores devem ser autorizados pelo Ministério da Educação (MEC). Essa informação pode ser obtida através do site e-MEC, que traz detalhes sobre as instituições de ensino superior de todo o Brasil.

2 – Reconhecimento pelo MEC

O curso também precisa ser reconhecido pelo MEC para o seu diploma ter validade. O reconhecimento só acontece quando a primeira turma da graduação completa 50% do currículo, mediante a análise de alguns parâmetros de qualidade. As informações sobre o reconhecimento de cursos também estão disponíveis no sistema e-MEC.

3 – Conheça a estrutura da instituição

Visite a universidade onde você pretende estudar e conheça a estrutura oferecida por ela, a distância para a sua residência e outros detalhes. Aproveite também para conversar com os alunos e saber mais sobre o curso desejado.

Leia Também:  Teste vocacional online grátis online grátis

4 – Verifique a classificação do curso

Outra boa dica é verificar a classificação do curso, através dos dados disponibilizados pelo MEC, que têm como base o Enade (Exame Nacional de Desempenho de Estudantes). Essas informações também podem ser acessadas no e-MEC.

Pesquise o mercado e converse com quem já atua na área em que você pretende ingressar (Foto: Divulgação)

5 – Pesquise o mercado de trabalho

Pesquise o mercado de trabalho e veja se vale a pena investir naquela opção, pois não adianta se formar em uma determinada área que oferece poucas chances de trabalho.

6 – Vocação x dinheiro

Por outro lado, a escolha também deve ter a ver com a sua vocação e não só com o dinheiro, sob o risco de você se tornar um profissional infeliz com o que faz.

7 – Converse com profissionais da área

Quem já se formou e atua há um bom tempo na área que você pretende ingressar pode lhe dar boas informações a respeito do curso e também do mercado de trabalho. Aproveite para conferir a rotina deles e veja se é aquilo mesmo que você deseja para o seu futuro.

Se possível, faça uma visita à faculdade e conheça a sua estrutura, antes de confirmar a escolha (Foto: Divulgação)

8 – Faça testes vocacionais

Os testes vocacionais podem trazer uma boa ajuda para encontrar uma graduação que tenha a ver com a sua personalidade. Faça quantos testes quiser e seja sempre sincero nas respostas.

9 – Analise as suas prioridades

O curso que pretende fazer só existe em outra cidade e é particular? Você está disposto a encarar uma mudança e arcar com as despesas ou a faculdade pública que existe na sua cidade tem boas opções? Definir as suas prioridades é importante na hora da escolha.

Leia Também:  Lato sensu e stricto sensu: diferenças

10 – A decisão é sua

Por mais que os familiares e amigos queiram ajudar e dar conselhos, a decisão deve ser sua e não baseada em sonhos e vontades de outras pessoas. Dessa forma, você evita arrependimentos e, quem realmente gostar de você, irá apoiar a sua decisão.

Top