10 dicas para economizar em material de construção

Reformar ou construir um imóvel é uma tarefa complicada e que pode resultar em altos gastos para quem está contratando a obra, caso a…

Reformar ou construir um imóvel é uma tarefa complicada e que pode resultar em altos gastos para quem está contratando a obra, caso a pessoa física ou empresa não realize um planejamento adequado, visando não só a contratação da mão-de-obra, mas também a compra do material de construção.

Se não for bem planejada, a reforma ou construção pode sair bem salgada (Foto: Divulgação)

Com relação a este último quesito, é necessário prestar muita atenção antes de sair por aí comprando na primeira loja que você entrar e antes de adquirir tudo o que o profissional que esteja trabalhando na obra solicitar, pois os materiais estão muito caros e, se você se descuidar, pode estourar o orçamento com muita facilidade.

Para evitar que isso aconteça, preparamos algumas dicas para economizar em material de construção que podem ser muito úteis para quem está pensando em começar aquela tão aguardada reforma na casa ou no ponto comercial e também para aqueles que irão construir a sonhada casa própria.

Economizando no material de construção

É preciso pesquisar bastante antes de fechar a compra dos materiais (Foto: Divulgação)

1- A primeira dica de economia é contratar pedreiros de confiança ou empresas especializadas em reforma e construção, indicadas por amigos, pois assim você já começa com a certeza de que não será enganado, pagando mais caro.

2- Peça ao empreiteiro ou pedreiro para fazer uma lista completa dos materiais que serão necessários para a construção, pois comprar tudo de uma vez, ou pelo menos a maior parte, pode resultar em bons descontos.

3- Com a lista em mãos, faça orçamentos em vários locais e não deixe de pechinchar, especialmente se for comprar grandes quantidades de materiais de construção em uma mesma loja.

Leia Também:  Governo entra na briga contra o PMDB por Código Florestal

4- Pesquise tanto em hipermercados de construção quanto em lojas especializadas, ficando atento às promoções e descontos.

5- Não se esqueça de conferir a qualidade dos materiais e de dar preferência às marcas mais conhecidas, pois dependendo do produto, ele pode ter menos resistência e precisar ser trocado em pouco tempo, demandando uma nova reforma.

Outras dicas

O contratante deve conversar com os pedreiros e pedir a eles que evitem o desperdício dos materiais (Foto: Divulgação)

6- Crie um roteiro (ou cronograma) junto com o responsável pela obra, identificando prazos e organizando a quantidade de material que será necessária para cada tarefa.

7- Outra alternativa é comprar o material conforme a conclusão de cada fase da obra, pois assim você evita o acúmulo de material desnecessário, que pode passar do prazo de validade se ficar muito tempo em desuso.

8- Converse sempre com os contratados e reforce a ideia de evitar os desperdícios dos materiais de construção.

9- Analise bem o tamanho da obra e veja se um cômodo de 4m x 4m resolve o seu problema, ao invés de construir um cômodo de 5m x 5x, que irá demandar mais materiais.

10- Ao comprar o material, aumente entre 5% e 10% a quantidade solicitada pelo pedreiro, para eventuais reposições de peças quebradas. Assim, você evita ter que voltar à loja para pequenas compras.

Top