01 de maio: Dia do Trabalho

O Dia do Trabalho, comemorado no dia 1º de maio, serve para refletir sobre a vida do trabalhador e prestar homenagens a ele. A…

O Dia do Trabalhador serve de homenagem às lutas sindicais.

O Dia do Trabalho, comemorado no dia 1º de maio, serve para refletir sobre a vida do trabalhador e prestar homenagens a ele. A data não possui apenas este significado no Brasil, mas se tornou mundialmente conhecida devido a sua causa abrangente.

Além de ser um feriado, o dia 1º de maio também é motivo de muitas palestras e debates em vários países. A data simboliza a importância que o trabalhador desempenha dentro da sociedade, sendo ele parte no mecanismo que mantém todos os setores em funcionamento. Por isso tanto os trabalhos que exigem esforço físico como aqueles que exigem bom desempenho mental merecem ser celebrados.

A mão-de-obra sempre foi considerada algo importante para que o contexto social funcionasse. No entanto, nem sempre os direitos do trabalhador foram respeitados e em certos lugares do mundo a jornada ainda continua possuindo uma carga horária excessiva e até mesmo desumana.

As conquistas dos operários no final do século XIX fizeram com o tratamento dos trabalhadores fosse mudado e ganhasse mais dignidade. O avanço é visível, como revelam as leis trabalhistas que se preocupam em defender as melhores condições de trabalho e benefícios, mas ainda existem desigualdades que precisam ser superadas.

Origem do Dia do Trabalho

Os trabalhadores de todas as categorias devem ser homenageados.

A data comemorativa originou-se de uma grande manifestação que ocorreu nas ruas de Chicago em 1886. Os trabalhadores norte-americanos tinham como objetivo reduzir a quantidade de horas no desempenho de uma função, que chegava a ser 13 horas diárias sem parar.

No dia 3 de maio, após o manifesto, uma greve geral abalou os Estados Unidos, mas foi reprimida brutalmente pelos policiais da época. Vários manifestantes morreram e outros ficaram feridos na nos acontecimentos que ficaram conhecidos como a Revolta de Haymarket.

Leia Também:  Novas Histórias da Turma da Mônica

Manifestantes também se organizaram na França em defesa da causa trabalhista em 1889. Os trabalhadores reivindicavam oito horas de trabalho por dia e a data escolhida para lutar pelos direitos foi 1º de maio, em homenagem ao movimento que ocorreu nas ruas de Chicago. No entanto as lutas sindicais na França, que ocorreu em 1891, contida pelos policiais e também resultou em mortes. Somente em 1919, a jornada de trabalho dos franceses foi oficialmente reduzida para oito horas diárias.

O Brasil só consolidou as leis do trabalho em 1943.

No Brasil, as conquistas dos trabalhadores foram um pouco mais tardias. O dia 1º de maio só se tornou feriado no território brasileiro em 1925, mas isso não significou imediatamente melhorias nas condições de vida dos profissionais, sobretudo os operários. A realidade começou a ser mudada no Brasil apenas em 1943, quando as leis do trabalho foram consolidadas.

Top