Você está em: MundoDasTribos > Tecnologia > Wi-Fi Livre São Paulo: como funciona

Wi-Fi Livre São Paulo: como funciona

Por Andre

Após alguns períodos de testes realizados no início do ano, os primeiros pontos de internet gratuita na cidade de São Paulo, disponibilizados pela Prefeitura Municipal, já estão em funcionamento, permitindo que qualquer pessoa acesse à web sem pagar nenhuma taxa.

O Wi-Fi Livre já é uma realidade na capital paulista (Foto: Divulgação)

Conhecido como “Wi-Fi Livre”, o projeto, que existe em diversas outras cidades do país, oferecerá conexão gratuita e sem fio em 128 espaços públicos de todas as regiões da capital paulista, até o final de 2014, em um contrato que custará R$ 9,2 milhões por ano aos cofres do município.

Os primeiros locais atendidos pelo Wi-Fi Livre São Paulo foram o Mercado Municipal e o Pateo do Collegio, localizados na região central da cidade, e a Praça Dilva Gomes Martins, que fica na Zona Leste, onde é possível se conectar à internet em dispositivos equipados com Wi-Fi.

Como funciona

Qualquer pessoa pode se conectar ao Wi-Fi gratuito disponibilizado pela Prefeitura de São Paulo, sem a necessidade de cadastro (Foto: Divulgação)

A internet gratuita em São Paulo, oferecida por meio do projeto, disponibiliza conexão com velocidade média de 512 kbps, para download e upload, segundo as informações da prefeitura, com capacidade para atender a até 11.775 usuários ao mesmo tempo.

Para se conectar a ela, é preciso realizar uma busca pelo sinal utilizando o Wi-Fi do seu dispositivo, que pode ser um smartphone, tablet, notebook ou netbook, entre outros aparelhos. Assim que encontrar a rede denominada Wi-Fi Livre SP, basta escolhê-la como a sua conexão.

Não é preciso fazer nenhum tipo de cadastro e nem digitar senhas para usar a internet livre da Prefeitura de São Paulo, bastando abrir o navegador do seu gadget para acessar a web.

Ainda de acordo com o órgão municipal, nenhum dado do usuário do serviço é coletado sem a devida autorização e conhecimento. As únicas informações colhidas são aquelas referentes à qualidade da rede, como velocidade de conexão, pontos de acesso, consumo total de banda e número de usuários simultâneos.

Mesmo com essa garantia dada pela Prefeitura, fica a dica de redobrar a atenção ao usar essa e qualquer outra conexão aberta e gratuita em locais públicos. É bom evitar, por exemplo, acessar bancos online e outros serviços cuja privacidade dos dados seja fundamental.

Onde está disponível o Wi-Fi Livre SP

Até o final de 2014, 128 espaços públicos contarão com o Wi-Fi Livre SP (Foto: Divulgação)

Além dos espaços citados no início do texto, diversos outros locais públicos contarão com o Wi-Fi Livre São Paulo, em breve, entre os quais a Praça da Sé, o vão livre do MASP, o Parque Dom Pedro II e o Parque da Independência.

A lista completa das praças digitais do Wi-Fi Livre SP pode ser conferida no site da Prefeitura

Recomendado para você
Tecnologia

Vírus no Whatsapp: Prevenção, Como Remover o Vírus

Tecnologia

Como criar um QR Code

Tecnologia

Sorteador Online – Sites para Fazer Sorteios

Tecnologia

Sky Pré-Pago Onde Comprar, Quanto Custa, Assinatura

Comentários

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *