Menu

Futebol

Atualizado em 16 de outubro de 2011, às 21:40
Você está em: MundoDasTribos > Esportes > Vasco faz 2 a 0 sobre o Atlético-MG e permanece na vice-liderança do Brasileirão

Equipe vascaína joga bem e decide a partida ainda no primeiro tempo. Resultado mantém o Vasco empatado com o Corinthians na pontuação, mas cariocas perdem no critério de desempate
293026 vasco 300x300 Vasco faz 2 a 0 sobre o Atlético MG e permanece na vice liderança do BrasileirãoTrem Bala da Colina segue vivo na briga pelo título do Brasileirão

Com um ritmo alucinante, o Vasco precisou de apenas 45 minutos para derrotar o Atlético Mineiro por 2 a 0, em São Januário, e retomar a segunda colocação. O resultado deixa os vascaínos com os mesmos 54 pontos do líder Corinthians, mas a equipe cruzmaltina perde no número de vitórias (16 a 15), primeiro critério de desempate.

Em um primeiro tempo quase perfeito, o Vasco pressionou o Galo desde o início da partida e antes dos 20 minutos já abriu 2 a 0, gols de Elton e Fagner. Na segunda etapa, o Galo até insinuou uma recuperação, mas não conseguiu superar os vascaínos.

A derrota mantém o Atlético Mineiro na zona do rebaixamento, com 30 pontos.

Início arrasador do Vasco e gol logo de cara

O Vasco entrou em campo decidido a vencer o jogo e voltar à segunda colocação. Ligado no jogo, o time cruzmaltino precisou de apenas dois minutos para abrir o marcador. O meia Diego Souza deu uma ótima assistência para Elton, que dentro da área, dominou e encheu o pé sem chances para o goleiro Renan Ribeiro. Este foi o terceiro gol de Elton nas últimas duas partidas do atacante pelo Vasco.

Superior na partida, o Vasco dominava as ações e não demorou muito para ampliar. Aos 18 minutos, o ataque vascaíno tabelou dentro da área e a bola sobrou para o lateral Fagner tocar na saída do goleiro Renan: 2 a 0 Vasco.

Em um ritmo alucinante, os cariocas não deixavam os mineiros respirar e permaneciam atacando em busca de mais gols. Aos 26, Felipe Bastos soltou a bomba no ângulo, mas Renan impediu o terceiro gol do Vasco.

Nocauteados no gramado de São Januário, os jogadores do Atlético não davam nenhum sinal de recuperação na partida, seguiam sendo dominados e apenas assistiam ao Vasco perder um gol atrás do outro.

Galo melhora, mas tem jogador expulso e não reverte o resultado

Em desvantagem no placar, o Atlético voltou para a etapa final mais ligado, disposto a atacar e pressionou o Vasco nos primeiros minutos. Logo no primeiro minuto, o setor de frente do Galo tabelou e a bola chegou até Eron, que finalizou para fora. Aos 5, outra ótima oportunidade para os mineiros. Fillipe Souto bateu falta da entrada da área, mas mandou a bola na barreira. Dois minutos depois, Fernando Prass salvou o time vascaíno.  A bola foi alçada na área, Magno Alves deu um leve desvio com a cabeça e o goleiro vascaíno fez defesa espetacular. Diante da pressão atleticana, o Vasco não conseguia sair do seu campo de defesa e contava com o inspirado goleiro Fernando Prass para segurar o resultado.

Depois do forte início do Galo, o Vasco se reorganizou em campo e, aos poucos, retomou o domínio do jogo. As coisas ficaram ainda mais difíceis para o Atlético com a expulsão do volante Serginho, aos 16 minutos.

Aos 21, a equipe carioca chegou pela primeira vez com perigo na etapa final. Fagner fez jogada pela direita, e cruzou no meio da área para Eder Luis. O atacante dominou e finalizou com força, mas Renan Ribeiro espalmou.

Com um a mais em campo, o time vascaíno encontrava espaços para trocar passes de um lado para o outro do campo. Por sua vez, o Atlético recuou e preferiu se proteger defensivamente para não levar mais gols.

Aos 37 minutos, a vitória quase virou goleada. Bernardo recebeu um lançamento dentro da área, cortou o zagueiro, mas na hora da finalização pegou embaixo da bola e mandou sobre o gol atleticano.