Search

Vagas de Emprego para Comissário de Bordo

Google plus

A profissão de aeromoça sempre foi muito bem vista pelas mulheres mais aventureiras. Estar sempre viajando, possuir independência com relação à sua vida profissional, ter a confirmação da sua beleza no trabalho, ser um símbolo de elegância, conhecer vários lugares e, claro, possuir uma remuneração de acordo com seu trabalho. No entanto, está profissão, ao decorrer dos anos, vem sendo cada vez mais procurada pelos homens também. E, sim, trabalhar como comissário de bordo tem muitos benefícios dentro do trabalho, e também fora dele. No entanto, o trabalho não é só maravilhas, e para se tornar profissional da área é preciso estar preparado(a), trabalhar bastante e ser competente.

O mercado no Brasil está em alta. Companhias aéreas como Azul e TAM estão, nos últimos meses, procurando profissionais para fazer parte da equipe da empresa. Alguns detalhes como, a confirmação do Brasil como sede para a Copa do Mundo de 2014, a escolha do Rio de Janeiro como sede para as Olimpíadas de 2016, a entrada da Emirates na rota brasileira, são algumas das notícias que fazem o mercado nacional crescer.

Alguns cursos de formação de comissário de vôo têm formação de quatro meses, o que permite ao formado, se estiver em dia com as documentações e for aprovado pela ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil), ingressas neste área. As aulas vão de conteúdo teórico, que incluem regras de etiqueta, direito trabalhista, saúde, higiene e tudo mais. O conteúdo programático também aborda temas e aulas práticas como combate a incêndios, primeiros socorros e sobrevivência na selva e no mar, como identificação de insetos, recolher água de bambu, conhecimento de alimentos, frutas e vegetação.

Além do conhecimento, o bom preparo físico é levado em consideração, pois é necessário ter resistência para nadar, salvar pessoas sem coletes salva-vidas, carregar pessoas e tudo mais. Sem contar que, em situações de emergência, os(as) comissários(as) de bordo devem estar preparados(as) para verem e tratarem de ferimentos, e até, se necessário, orientarem e ajudarem em trabalhos de parto.

O treinamento faz parte do conteúdo, no entanto, mesmo após o término do curso, aprovação da prova da ANAC e contratação por uma companhia aérea, é normal os(as) profissionais receberem treinamento de novos conteúdos de acordo com o perfil e política da empresa. E, claro, todo ó conteúdo é relevante e passa a fazer parte do cotidiano do(a) profissional.

Quem busca mais informações acerca da profissão pode encontrar muitas novidades em sites e blogs como o comissariadebordo.blogspot.com/ que oferece dicas, orientações e apresenta muitas curiosidades sobre o trabalho das aeromoças. Já quem procura entrar na área, pode começar verificando vagas em sites e portais especializados.

Uma última dica: quem conhece outro idioma tem grandes chances para se dar bem neste mercado, no entanto, não basta ter boa aparência e falar outra língua, aeromoças experientes afirmar que ter jogo de cintura é uma das maiores características necessárias. Se você não consegue trabalhar com o público, esta profissão pode não ser uma das melhores opções.


Google plus


Este artigo possui 2 comentários

  1. Lidio Junior
    Publicado em 05/01/2013 às 10:09 AM [+]

    Quando termina o curso ja se e Encaminhado a uma empreza para trabalhar na Area. ???

  2. MTJac
    Publicado em 07/01/2013 às 10:14 PM [+]

    Olá Lidio,

    Aconselhamos que você siga as orientações que estão no texto para concorrer às vagas disponíveis no momento, cadastrar currículo ou adquirir maiores informações.
    Att,

Compartilhe suas ideias! Deixe um comentário...

Antes de enviar um comentário, verifique seu conteúdo. Comentários que violem os Termos de Uso e Condições de Navegação do Portal mundo das Tribos e as leis em vigor poderão ser removidos pelo Portal Mundo das Tribos, sem prejuízo da adoção das medidas legais cabíveis pelo Portal.

Política de privacidade
Termos de uso e condições do site


Top