Menu

Imóveis

Atualizado em 2 de agosto de 2012, às 7:40 por Isah Moretti
Você está em: MundoDasTribos > Uso do FGTS para reforma do imóvel

O financiamento para compra de materiais de construção com recursos do FGTS permite a reforma da casa, concedendo empréstimo de até 20 mil reais.
495874 Uso do FGTS para reforma do imóvel 2 Uso do FGTS para reforma do imóvelCom o FGTS, fica mais fácil e barato reformar a casa. (Foto:Divulgação)

Além de recorrer ao FGTS como assistência financeira em casos de desemprego, o dinheiro do benefício também pode ser aplicado em outros investimentos, como a compra da casa própria ou consórcio. Recentemente a Caixa também aprovou uma linha de crédito que permite empregar o fundo de garantia na reforma da casa.

Embora a reforma do imóvel através de recursos do FGTS seja voltada para trabalhadores com direito ao fundo de garantia, os recursos não saem da conta do segurado que solicitou financiamento.

Leia mais: 5 dicas para não errar na reforma da sua casa

Condições para o uso do FGTS na reforma do imóvel

A nova linha de crédito, que recebeu o nome de Fimac-FGTS, tem como finalidade gerar subsídios para a compra de material de construção. O recurso poderá ser usado em vários aspectos da reforma residencial, inclusive na implantação de aquecimento solar.

Ao solicitar o Fimac-FGTS, o trabalhador tem direito de financiar até 20 mil reais para investir na reforma, mas o valor do seu imóvel não pode superar o limite de 500 mil reais.

495874 Uso do FGTS para reforma do imóvel Uso do FGTS para reforma do imóvelO financiamento com recursos do FGTS é de até 20 mil reais. (Foto:Divulgação)

A nova linha de crédito também possui pré-requisitos, ou seja, para solicitá-la o indivíduo precisa possuir, no mínimo, três anos de trabalho com registro no fundo de garantia, considerando o emprego em uma ou mais empresas ao longo deste período. Deve, ainda, apresentar contrato de trabalho ativo ou saldo em conta vinculada ao FGTS, na data de concessão do financiamento. Para ter direito de financiar a reforma, o trabalhador precisa ter em conta ao menos 10% do valor do imóvel. Para obter o Fimac-FGTS, não é necessário comprovar renda.

Caso o empréstimo para a reforma da casa seja superior a 10 mil reais, é necessário comprovar que o pedreiro responsável pela obra possui carteira assinada e direito aos benefícios previdenciários.

Recursos do FGTS para reformar a casa

Após assinar o contrato para o financiamento do imóvel, o trabalhador tem um prazo de 120 meses para concluir o pagamento. O cálculo das prestações é feito pelo Sistema de Armotização Constante ou Tabela Price. Os juros cobrados nesta linha de crédito vinculada ao FGTS são de 12% ao ano, representando assim uma tarifa mais acessível do que em comparação aos bancos, cujos juros variam entre 25% e 45% ao ano.

495874 Uso do FGTS para reforma do imóvel 1 Uso do FGTS para reforma do imóvelA linha de crédito vinculada ao FGTS possui taxa de juros mais acessível. (Foto:Divulgação)

Para adotar o financiamento da reforma da casa, o trabalhador deve estar de acordo com as condições do SFH (Sistema de Financeiro de Habitação). As financeiras que incluem a linha de crédito como uma opção de produto também podem criar facilidades para a compra de materiais de construção, fazendo o credenciamento de lojas especializadas neste segmento.

Para solicitar o Fimac-FGTS, basta ir até uma agência da Caixa, apresentar comprovante do imóvel e a regularização da área reformada.

Veja outra alternativa para conseguir dinheiro e reformar a casa: Construcard Caixa, simulador