Search

Um em cada quatro idosos tem doenças cardíacas sem diagnóstico

Saúde do coração: Pesquisa afirma que 25% dos idosos sofrem com problemas cardíacos, mas não sabem disso.
Google plus

A saúde cardíaca de muitos idosos pode estar comprometida por falta de diagnóstico. (Foto:Divulgação)

O envelhecimento é uma etapada vida responsável por tornar o corpo mais frágil e vulnerável, inclusive para as doenças cardiovasculares. Muitos idosos sofrem com este grupo de enfermidades, que inclui AVC, infarto agudo do miocárdio e a insuficiência cardíaca.

Alguns sintomas são capazes de sinalizar as doenças cardíacas, como a dor no peito, a falta de ar, tontura e dor de cabeça. Os indícios das enfermidades que afetam o coração também costumam acompanhar os fatores de risco, como a hipertensão, obesidade e histórico familiar.

Muitos idosos desconhecem seus problemas de coração

De acordo com um levantamento Fundação Britânica do Coração (BHF, sigla em inglês), um em cada quatro idosos é portador de alguma doença cardíaca, mas desconhece isso. Os autores do trabalho também afirmam que a falta do diagnóstico pode agravar a condição de saúde e privar as pessoas de um tratamento mais simples. Os resultados da pesquisa foram divulgados na última quarta-feira (25) no periódico Heart, sendo uma publicação do British Medical Journal (BMJ).

A pesquisa considerou os dados de 376 idosos, com 87 e 89 anos de idade. (Foto:Divulgação)

Para chegar à conclusão de que 25% dos idosos possuem doenças cardíacas sem diagnóstico, os pesquisadores da Universidade de Newcastle, na Austrália, acompanharam 376 idosos, com 87 e 89 anos de idade. Os participantes foram submetidos diariamente a testes de rotina para avaliar as condições de saúde.

Durante o período em que os pesquisadores visitaram as casas dos idosos, eles realizaram exames como ecocardiograma, que permite avaliar a função cardíaca através de ultrassom. Depois de analisar e comparar as informações, foi descoberto que o principal problema de coração sem diagnóstico apresentado pelos participantes era a insuficiência cardíaca.

Saiba mais: Quatro xícaras de café por dia ajudam a evitar insuficiência cardíaca

A insuficiência cardíaca, quando tratada precocemente, pode ser controlada através de um tratamento medicamentoso. Entretanto, a falta de remédios específicos pode agravar o quadro e comprometer a saúde do coração com doenças mais sérias.

Segundo Shannon Amoils, pesquisador da BHF, afirmou que existem muito mais idosos com problemas cardíacos do que se supunha. Eles desconhecem o diagnóstico, mas são afetados por sintomas que comprometem a realização de atividades do dia a dia, como é o caso da falta de ar.

Para que os idosos possam cuidar mais intensamente da saúde do coração, é importante que eles se submetam a exames de rotina para diagnosticar o quanto antes as doenças cardíacas e retardar quadros mais severos.

Como prevenir as doenças cardíacas?

Para evitar problemas mais graves, é necessário fazer exames de rotina. (Foto:Divulgação)

Pequenos hábitos podem contribuir com a prevenção de doenças cardíacas, além de melhorar o bem-estar e a qualidade de vida. Veja:

– Tenha a pressão e a glicose sobre controle, principalmente com o avançar da idade;

– Evite fumar ou consumir demasiadamente bebidas alcoólicas;

– Inclua exercícios físicos leves à rotina, como a caminhada;

-Mantenha uma alimentação saudável, rica em frutas, hortaliças e grãos;

– É muito importante se submeter a exames de rotina para diagnosticar um possível problema cardíaco, sobretudo se existir fatores de risco. Os especialistas recomendam um check-up pelo menos a cada 2 anos.

Veja também: Alimentos de cor branca previnem doenças cardíacas


Google plus


Compartilhe suas ideias! Deixe um comentário...

Antes de enviar um comentário, verifique seu conteúdo. Comentários que violem os Termos de Uso e Condições de Navegação do Portal mundo das Tribos e as leis em vigor poderão ser removidos pelo Portal Mundo das Tribos, sem prejuízo da adoção das medidas legais cabíveis pelo Portal.

Política de privacidade
Termos de uso e condições do site


Top