Menu

Criança

Atualizado em 3 de maio de 2011, às 18:30 por Dany Negrao
Você está em: MundoDasTribos > Bem Estar > Teste do Olhinho, Todo Bebê Deve Fazer

Teste do Olhinho Todo Bebê Deve Fazer Teste do Olhinho, Todo Bebê Deve Fazer

O Teste do Olhinho é um exame não muito famoso, assim como o teste do pezinho, obrigatório em todo o território nacional, mas é tão importante quanto. É um teste mais freqüente em alguns estados e cidades e mais ausentes em outras regiões. É importante a divulgação, pois é um exame que pode constatar doenças oculares sérias, até a cegueira. O teste do olhinho (ou o teste do reflexo vermelho) é um exame que deve ser realizado rotineiramente em bebês na primeira semana de vida, antes mesmo da alta hospitalar. Outro teste que também não é muito conhecido, mas é extremamente importante é o teste da orelhinha. Esses exames testam os olhos e orelhas do neném, identificando possíveis patologias ou complicações das mesmas. Com esses exames você pode evitar problemas mais graves e tratar qualquer imperfeição ou complicação aparente.

Muitos pais pesquisam sobre como fazer teste do olhinho. Não é algo para se preocupar, pois o exame não causa dor nenhuma ao bebê, não precisa de colírio e ainda é super rápido. Uma fonte de luz sai de um aparelho chamado oftalmoscópio, como se fosse uma lanterninha, onde é observado o reflexo que vem das pupilas. Quando a retina é atingida por essa luz, os olhos saudáveis refletem tons de vermelho, laranja ou amarelo. Quando há algum problema no olho da criança, não há esse reflexo ou ele é ruim, esbranquiçado. A diferença dos reflexos entre os dois olhos também é importante, podendo identificar estrabismo ou diferenças de grau.

No caso de bebês prematuros esse é um exame quase que obrigatório. O médico que está cuidando do caso deve ter a obrigação de fazer, pois isso afasta o risco da retinopatia da prematuridade, principal causa da cegueira infantil na América Latina. Muitos hospitais pecam quanto ao exame que é tão importante. O teste normalmente é feito por enfermeiros ou pediatras. Se houver alguma complicação, o bebê precisa ser imediatamente encaminhado para um oftalmologista. Ele pode dizer com mais clareza o que há de errado com o sistema ocular do bebê e ainda diagnosticar um tratamento especifico.

Cerca de 60% dos causas de cegueira ou de grave seqüela visual infantil podem ser prevenidos ou tratáveis se detectadas precocemente, antes que o problema se agrave. É por isso que o teste está sendo divulgado cada vez mais com maior intensidade. A expectativa é que daqui há alguns anos, o teste seja obrigatório em todo o país, assim como o teste do pezinho. O teste do olhinho previne e diagnostica doenças como a retinopatia da prematuridade, catarata congênita, glaucoma, retinoblastoma, infecções, traumas de parto e a cegueira. Esses problemas podem acontecer por má formação dos olhos ainda na barriga da mãe ou mesmo por complicações no parto.

O teste do olhinho em recém nascidos é extremamente importante, todos os bebês devem passar pelo exame. Não deixe de pedir ao seu médico que faça o exame na criança. Lembre-se que é um exame feito ainda nos primeiros dias de vida, antes da alta hospitalar. Entre os benefícios do teste do olhinho está o fato de que pode detectar e prevenir diversas patologias oculares, assim como o agravamento dessas alterações, como uma cegueira irreversível.

 

RECEBA OS ARTIGOS VIA EMAIL

Ao subscrever nossa newsletter, passar receber nossos artigos por email e informações sobre os nossos passatempos. É gratuito e sem spam.