Search

Tecido Epitelial: Formação das Células

Google plus

Neste artigo, serão especificadas algumas das características do tecido epitelial, esta parte é conhecida como epitélio, que é formado pelo conjunto de células semelhantes e justapostas, o que significa uma camada de células coesas entre si, revestindo externamente a estrutura corporal de muitos vertebrados, por exemplo, do ser humano, realizando também a delimitação das cavidades internas, bem como formação dos órgãos e glândulas.

Acresce que as características básicas deste tipo de epitélio, é composto por uma de suas superfícies em contato com o tecido conjuntivo, intermediado pela lâmina basal, fornecendo além de suporte, visto que, se instala sobre as glicoproteínas, também a nutrição, já que não possui vasos sanguíneos.

Sua classificação pode variar de acordo com a morfologia das células, a estratificação e as especializações.
Levando em conta essas especificações, o tecido epitelial desempenha várias funções no organismo, como proteção do corpo, absorção de substâncias do meio, secreção de substâncias úteis e percepção de sensações, dependendo do órgão onde se localiza. Os tecidos epiteliais, também chamados epitélios, são classificados em dois tipos principais: epitélios de revestimento e epitélios glandulares.

Os tecidos epiteliais ou epitélios de revestimentos, têm células perfeitamente justapostas, unidas por pequena quantidade de material cimentante. O arranjo das células epiteliais pode ser comparado ao de ladrilhos ou tijolos bem encaixados.
Quando os epitélios são formados por uma só camada de células, são classificados como epitélios simples ou uniestratificados. Já os epitélios formados por mais de uma camada de células são chamadas estratificados.

Existem ainda epitélios que, apesar de formados por uma única camada celular, têm células de diferentes alturas, o que dá a impressão de serem estratificados. Por isso, eles costumam ser denominados pseudo-estratificados.

Quanto à forma das células, os epitélios podem ser classificados empavimentosos, quando as células são achatados como ladrilhos; cúbicos, quando as células têm a forma de cubo; ou prismáticos, quando as células são alongadas, em forma de coluna. No epitélio que reveste a bexiga, a forma das células é originalmente cúbica, mas elas se tornam achatadas quando submetidas ao estiramento causado pela dilatação do órgão. Por isso, esse tipo de epitélio é denominado, epitélio de transição.

Naturalmente, esse artigo trouxe um mais pouquinho mais sobre o tecido epitelial, e claro que logo poderá complementar com mais informações adicionais aqui em outros artigos!

Fonte: www.coladaweb.com/biologia


Google plus


Compartilhe suas ideias! Deixe um comentário...

Antes de enviar um comentário, verifique seu conteúdo. Comentários que violem os Termos de Uso e Condições de Navegação do Portal mundo das Tribos e as leis em vigor poderão ser removidos pelo Portal Mundo das Tribos, sem prejuízo da adoção das medidas legais cabíveis pelo Portal.

Política de privacidade
Termos de uso e condições do site


Top