Você está em: MundoDasTribos > Bem Estar > Síndrome metabólica: o que é, como tratar

Síndrome metabólica: o que é, como tratar

O aumento da circunferência abdominal é um dos fatores da síndrome metabólica.

Nos anos 80, um pesquisador chamado Reaven, analisou que doenças como hipertensão arterial, colesterol e alterações na glicose se apresentavam associados à obesidade. Além disso, ele observou que essa condição estava ligada por um mesmo fator, denominado resistência à insulina. Conheça mais sobre a síndrome metabólica.

O que é Síndrome Metabólica

A síndrome metabólica é caracterizada por vários fatores de risco metabólico que se manifestam em uma pessoa e aumentam as chances de desenvolver problemas cardíacos, derrames e diabetes.

Essa síndrome também gera uma resistência a ação da insulina. Isso ocorre devido a ação insulínica nos tecidos, fazendo com que o pâncreas produza mais desse hormônio. Dessa forma, aumenta a substância no sangue, promovendo, a longo prazo, resistência a sua ação.

Dentre os fatores que contribuem para o surgimento da síndrome metabólica está o excesso de peso (principalmente no abdômen), o sedentarismo e, também, os fatores genéticos.

Essa síndrome leva ao desenvolvimento da resistência a insulina.

Fatores de risco para a Síndrome Metabólica

1. Intolerância a glicose, caracterizada pelo aumento da glicemia (110 até 126 mg/dl);

2. Colesterol HDL abaixo dos valores normais e colesterol LDL acima dos níveis desejados;

3. Hipertensão arterial;

4. Triglicérides aumentadas;

5. Eliminação de proteína através da urina (microalbuminúria);

6. Elevação do ácido úrico no sangue;

7. Obesidade, principalmente pelo acúmulo de gordura na região abdominal;

8. Hereditariedade;

9. Fatores que aumentam a coagulação sanguínea;

10. Processos inflamatórios (inflamação da parede dos vasos sanguíneos predispõe o surgimento de doenças cardiovasculares).

Veja como controlar e evitar a pressão arterial

Tratamento

Praticar exercícios físicos e perder peso são as formas mais eficazes de tratar a síndrome metabólica. Porém, pode ser necessário o uso de medicamentos para tratamento dos fatores de risco. Dentre eles estão os sensibilizadores de insulina (que diminuem o açúcar no sangue), os para baixar a pressão e diminuir o colesterol.

Caso você apresente um ou mais dos fatores de risco é necessário procurar o médico. No caso, o endocrinologista é o especialista mais indicado para fazer o diagnóstico, tratamento e acompanhamento da síndrome.

Leia também sobre os efeitos do excesso de barriga para a saúde

A alimentação saudável é extremamente importante para a prevenção do problema.

A síndrome metabólica é uma doença bastante característica da civilização moderna. Está associada a obesidade, resultante de uma alimentação irregular e falta de atividades físicas. O ideal é prevenir os fatores de risco através de hábitos saudáveis de vida e assim evitar essa síndrome, que pode levar o indivíduo ao desenvolvimento de várias doenças graves.

Recomendado para você
Bem Estar

Tinta térmica: como funciona, vantagens

Bem Estar

Anemia durante gestação: como tratar

Beleza

Maquiagem para noite: pele negra

Bem Estar

Jardins em pequenos espaços: como fazer

Comentários

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *