Menu

Economia

Atualizado em 8 de agosto de 2012, às 7:51 por Isabella Moretti
Você está em: MundoDasTribos > Notícias > Salário mínimo brasileiro deveria ser de R$ 2.519,97, diz pesquisa

Levando em consideração o preço da cesta básica, o salário mínimo deveria ser de R$ 2.519,97, ou seja, 4,05 vezes maior do que o valor atual.

Na teoria proposta pela constituição, o salário mínimo de um país tem como objetivo atender as necessidades vitais do cidadão e de sua família, garantindo as condições básicas para a sobrevivência, como alimentação, transporte, lazer, previdência, higiene, vestuário e moradia. Entretanto, o valor da remuneração vigente não tem dado conta das necessidades básicas e nem preservado o poder de compra do trabalhador.

498627 Salário mínimo brasileiro deveria ser de R 2.51997 diz pesquisa 1 Salário mínimo brasileiro deveria ser de R$ 2.519,97, diz pesquisaSalário mínimo é insuficiente para arcar com as necessidades básicas previstas na constituição. (Foto:Divulgação)

Embora o salário mínimo tenha saltado de R$ 545 para R$ 622 em um ano, ele ainda é muito inferior à quantia de dinheiro necessária para desfrutar de boas condições de vida. Nos últimos 12 meses, as estimativas de salário ideal ficaram bem acima de 2 mil reais.

Saiba mais: Salário mínimo deve subir 7% em 2013

Salário mínimo está longe de ser o ideal

Um estudo divulgado na última segunda-feira (6) pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) revelou que o salário mínimo brasileiro deveria ser de R$ 2.519,97 para dar conta das necessidades básicas das famílias. Para chegar a esta conclusão, foram considerados dados da Pesquisa Nacional da Cesta Básica.

Os dados estatísticos mostram o quanto os brasileiros precisam de uma remuneração mais justa para dar conta das despesas. O valor considerado como ideal pelo Dieese é 4,05 vezes maior do que o salário mínimo vigente, atualmente de R$ 622.

498627 Salário mínimo brasileiro deveria ser de R 2.51997 diz pesquisa 2 Salário mínimo brasileiro deveria ser de R$ 2.519,97, diz pesquisaPara viver bem, cada trabalhador deveria ganhar no mínimo R$ 2.519,97. (Foto:Divulgação)

Em junho de 2012, uma pesquisa também foi realizada com o objetivo de avaliar a renda mais apropriada para o cidadão brasileiro. Calculou-se que o valor ideal era de R$ 2.416,38, suavemente inferior a quantia publicada na pesquisa mais recente do Dieese. Há um ano, o salário mínimo ideal para o trabalhador foi estimado em R$2.212,66, ou seja, 4,06 vezes superior à remuneração mínima da época, que era de R$545,00.

Uma cesta básica compromete 45,85% do salário mínimo

Além de avaliar o mínimo ideal para o cidadão brasileiro, a pesquisa também procurou analisar o tempo médio de trabalho necessário para conquistar conjuntos de bens essenciais. Segundo o Dieese, para comprar uma cesta básica em julho de 2012, o brasileiro que ganha um salário mínimo teria que trabalhar em média 92 horas e 48 minutos. Em junho, esta estimativa foi um pouco menor, 89 horas e 1 minuto.

Com relação ao ano passado, o brasileiro remunerado com o mínimo nacional trabalhava em torno de 93 horas e 52 minutos para garantir os itens alimentícios básicos da sua família. Atualmente, uma cesta básica compromete 45,85% do salário mínimo.

498627 Salário mínimo brasileiro deveria ser de R 2.51997 diz pesquisa Salário mínimo brasileiro deveria ser de R$ 2.519,97, diz pesquisaPara garantir os itens alimentícios básicos, o cidadão que recebe o salário mínimo precisou trabalhar 92 horas e 48 minutos em julho de 2012. (Foto:Divulgação)

Através da pesquisa divulgada pelo Dieese, é possível notar que o salário mínimo tem aumentado o seu valor a cada ano, mas ainda não reconhece as necessidades do trabalhador brasileiro. Os reajustes propostos pelo Governo são desproporcionais aos preços elevados de produtos e serviços, que não param de assolar o mercado.

A cesta básica está mais cara devido ao aumento de preços de alguns produtos, que aconteceu entre junho e julho de 2012. A inflação afetou, sobretudo, o tomate, o pão francês, o óleo de soja e o arroz. De acordo com a pesquisa do Dieese, a cesta básica mais inflacionada custa 299,96 reais em Porto Alegre.

Veja também: Cesta básica preço 2012