Menu

Criança

Atualizado em 13 de agosto de 2012, às 8:36 por Analu
Você está em: MundoDasTribos > Bem Estar > Ronco infantil: como tratar

Ao contrário do que muitos pais podem pensar, o ronco infantil é um problema sério e que precisa de uma intervenção precoce. Entenda o problema e saiba como tratar.

O sono ideal é aquele livre de roncos e qualquer outro tipo de incômodo, tanto para a pessoa que está dormindo, como também para aqueles que eventualmente estejam compartilhando o mesmo quarto.

500884 O ronco indica que algo não está ocorrendo como deveria. Ronco infantil: como tratarO ronco indica que algo não está ocorrendo como deveria. (Foto: divulgação)

Quem pensa que a sinfonia que tanto incomoda é um problema exclusivo dos adultos, está muito enganado, pois as crianças também tendem a roncar, especialmente entre aquelas com 2 e 9 anos. Nessas situações é preciso que os pais fiquem atentos, pois o ronco serve como um alerta de que algo não está indo bem. Esclareça suas dúvidas e saiba como tratar o ronco infantil.

Confira dicas de cuidado com o sono de recém-nascidos.

Causa do ronco

É muito comum as mães pensarem que o ronco é resultado de um dia exaustivo, e que se inicia porque a criança entrou em estado de sono profundo, mas isso não é verdade. Na realidade o que acontece é justamente o contrário! Quem tem o hábito de roncar acaba não dormindo bem, justamente por não conseguir atingir o nível profundo do sono, que é responsável por restabelecer as energias e descansar o organismo.

O som que tanto atrapalha é o resultado da passagem inadequada de ar pelas vias aéreas, por conta de uma obstrução parcial dos canais condutores de ar nas vias superiores, como o nariz, ouvido e garganta.

500884 Estudos apontam relação da apneia do sono com problemas como TDAH e obesidade infantil. Ronco infantil: como tratarExiste relação da apneia do sono com problemas como TDAH e obesidade infantil. (Foto: divulgação)

Problemas resultantes do ronco

Como o caminho natural está obstruído, o ar acaba entrando pela boca e a criança permanece com os lábios entreabertos e os dentes expostos, resultando em um ressecamento da região, o que facilita a contaminação por agentes infecciosos.

Além do mais, a respiração inadequada proporciona alterações na estrutura do palato, culminando em alterações de toda a arcada dentária, fazendo com que os dentes fiquem mal posicionados.

As más noites de sono possuem um impacto direto no comportamento da criança, e quando este evento se sucede com frequência, é possível perceber mudanças comportamentais no dia seguinte, até mesmo queda do desempenho escolar e do desenvolvimento neurológico.

Estudos recentes mostraram forte relação entre os episódios de ronco e o transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH), especialmente em meninos com até oito anos, além do maior risco para o desenvolvimento de obesidade infantil.

Saiba quais são os sinais de TDAH e entenda mais sobre o problema.

Como tratar

Geralmente os pais não costumam se preocupar com os episódios de ronco e acabam procurando auxílio médico apenas quando a criança começa a apresentar paradas respiratórias durante o sono, chamado de apneia do sono. Deixar com que o processo obstrutivo avance de tal forma, é uma atitude muito perigosa, e o surgimento da apneia do sono pode ser extremamente prejudicial à saúde, podendo ser fatal, na pior das hipóteses.

500884 Uma consulta com pediatra é essencial. Ronco infantil: como tratarUma consulta com pediatra é essencial. (Foto: divulgação)

Por isso é indispensável o acompanhamento de um pediatra, que irá solicitar os exames necessários, além de instituir o tratamento adequado e fazer o encaminhamento que for preciso para evitar a progressão do problema. Crianças roncadoras possuem chances gigantescas de se tornarem adultos roncadores e desenvolverem a apneia obstrutiva do sono, que passa a exigir uma intervenção cirúrgica.

Veja algumas dicas de como se livrar do ronco.

RECEBA OS ARTIGOS VIA EMAIL

Ao subscrever nossa newsletter, passar receber nossos artigos por email e informações sobre os nossos passatempos. É gratuito e sem spam.