Menu

Notícias

Atualizado em 8 de junho de 2012, às 9:48 por Carol Vergel ()
Você está em: MundoDasTribos > Receita libera hoje consulta para o 1º lote do IR 2012

Com essa liberação, o Fisco empatou com o montante anterior, igualmente de R$ 2,5 bilhões, liquidado em outubro do ano passado, e ficou acima do que foi notado em junho de 2011.
462389 receita federal Receita libera hoje consulta para o 1º lote do IR 2012As consultas poderão ser feitas através da página da própria Receita ou pela Receitafone, no número 146.

A Secretaria da Receita Federal abre hoje as consultas ao primeiro lote de restituição do IRPF (Imposto de Renda Pessoa Física) deste ano, e a de lotes residuais dos anos anteriores. Conforme o Fisco, este será o maior lote da história.

Saiba mais: Mais de 50 cidades brasileiras não usam o mínimo em educação

As consultas poderão ser feitas através da página da própria Receita ou pela Receitafone, no número 146. O dinheiro da restituição poderá ser embolsado a partir do próximo dia 15. No total, são sete lotes de restituição, entre junho e dezembro de cada ano.

Conforme o Fisco, serão apurados R$ 2,5 bilhões para 1,88 milhão de tributários referentes ao primeiro lote do IR 2010 e aos lotes residuais de 2008, 2009, 2010 e 2011. “Imaginamos que [o alto valor das restituições] poderá ter efeitos positivos na economia”, disse a secretária-adjunta da Receita, Zayda Manatta.

Com essa liberação, o Fisco empatou com o montante anterior, igualmente de R$ 2,5 bilhões, liquidado em outubro do ano passado, e ficou acima do que foi notado em junho de 2011 – 2 bilhões em restituições, sendo R$ 1,9 bilhão do primeiro lote do ano passado e R$ 100 milhões dos lotes dos anos anteriores.

Primeiro lote deste ano

462389 Dinheiro Receita libera hoje consulta para o 1º lote do IR 2012Conforme o Fisco, serão apurados R$ 2,5 bilhões para 1,88 milhão de tributários.

Veja também: Atividade varejista cresce 4,1% em maio

Somente no primeiro lote deste ano, do total de 1,84 milhão de contribuintes favorecidos, no valor de R$ 2,4 bilhões, 1,46 milhão são cidadãos com mais de 60 anos, em cumprimento ao Estatuto do idoso.