Menu

Cursos

Atualizado em 24 de janeiro de 2011, às 18:32 por Dany Negrao
Você está em: MundoDasTribos > Notícias > Programas do Governo para Bolsas de Estudo

Programas do Governo para Bolsas de Estudo Programas do Governo para Bolsas de Estudo

O Governo Federal está investindo cada vez mais em educação, pelo menos é o que aparenta com a quantidade de programas criados pelo mesmo. São programas que auxiliam os alunos à ingressarem no nível superior, algo que grande importância nos dias de hoje.

Com o SISU, por exemplo, você tem a chance de conseguir uma vaga em universidades públicas brasileiras. Para tal, basta fazer o ENEM e depois se inscrever no SISU. São três chamadas e há grandes chances para que se sai bem no ENEM. Cada curso tem sua nota de corte e se encaixando nessa média você pode conseguir uma das tão disputadas vagas.

Além do SISU, voltado para vagas em universidades públicas, você ainda conta com programas do governo para bolsas de estudo, onde você ingressa em universidade privadas, mas sem pagar a mensalidade ou ainda com grandes descontos. Entre os mais famosos, está o PROUNI (Programa Universidade para Todos). Com o ProUni você pode conseguir isenção de 100% ou 50% da mensalidade em universidades de todo o país. Ao se cadastrar no PROUNI, as universidades ficam isentas de algumas taxas e impostos, o que incentiva o cadastro das mesmas no programa.

As bolsas de estudo PROUNI são concedidas dentro de regras. Para conseguir a bolsa integral, a renda per capita da família deve ser de até um salário mínimo e meio. Para famílias com renda de até três salários mínimos por pessoa, a bolsa é de 50%. Além da renda, o aluno precisa se sair bem no ENEM, estabelecer uma média que condiga com a universidade que deseja ingressar. Com o PROUNI você pode conseguir bolsas nas melhores universidades privadas do país, inclusive nas de sua cidade.

Se você ainda não sabia como conseguir bolsas de estudo, aqui estão algumas dicas para te ajudar. Além do SISU e PROUNI, você encontra programas de financiamento, como o FIES, onde você paga uma parcela da mensalidade. O resto que faltar, você pode pagar em até 4 ou 5 anos depois de sua formação. Muitos alunos acabam optando pelo financiamento, pois é a maneira mais simples de conseguir arcar com os preços da faculdade sem pesar no orçamento. Acesse os sites dos programas e saiba mais detalhes sobre cada um deles. As datas de inscrições acontecem entre janeiro e fevereiro.