Search

Programa Nacional de Bolsa Permanência MEC

Lançado no início deste mês, o programa visa dar as mesmas oportunidades aos jovens que ingressam no ensino superior.
Google plus

O governo federal tem investido em diversos programas visando à democratização do ensino superior. Entretanto, tornar a universidade mais acessível não é suficiente, é preciso criar meios para permitir a permanência dos jovens dentro da instituição.

Programa Nacional de Bolsa Permanência do MEC

O programa vai atender estudantes com renda familiar de até um salário mínimo e meio por pessoa, indígenas e quilombolas. (Foto: Divulgação).

Pensando nisso, o MEC (Ministério da Educação) no início deste mês (09/05) criou o Programa de Bolsa Permanência, destinado à concessão de bolsas a estudantes de baixa renda. O cadastramento de instituições e universidades no programa começou a ser feito a partir do dia 13/05.

Para receber o auxílio, o jovem precisa atender os critérios da política de cota, estar matriculado em curso com mais de cinco horas de carga horária e ter renda per capta familiar mensal de até um salário mínimo e meio. Os contemplados receberão bolsa de R$400,00, valor que será pago por meio do Banco do Brasil.

A iniciativa também vai atender indígenas aldeados que vivem em comunidades tradicionais indígenas reconhecidas, além de quilombolas matriculados em universidades federais. Para esses estudantes, o apoio será de R$900,00, independente do curso.

Veja também: Inscrições no Programa Educa Mais Brasil 2013.

Informações sobre a inscrição

Serão concedidas bolsas nos valores de R$400 e R$900. (Foto: Divulgação).

A primeira etapa do programa será destinada ao cadastro dos pró-reitores de cada área das universidades como interlocutores. A partir de então, os estudantes poderão se inscrever no Programa Nacional de Permanência do MEC, concorrendo às bolsas que serão distribuídas conforme a necessidade de cada instituto.

Os alunos beneficiados receberão um cartão do Banco do Brasil com a conta na qual o valor será depositado. Vale ressaltar que o cadastramento será online, com duração permanente. Além disso, o sistema será atualizado a cada mês pelas universidades.

Saiba como ter bom desempenho na redação do Enem 2013.

O cadastramento das instituições e universidades no programa começou no dia 13/05.(Foto:Divulgação).

Para Aloizio Mercadante,Ministro da Educação,esse é um investimento importante para o desenvolvimento do país e para dar as mesmas oportunidades aos jovens que entram no ensino superior.Para o ministro,é na democratização do acesso à educação de qualidade que se supera a desigualdade.

O jovem que quiser se informar mais sobre o novoprograma de assistência estudantil do governo federalpode acessar o site do MEC ou procurar maiores informações junto a sua instituição.


Google plus


Este artigo possui 1 comentário

  1. isaac newton
    Publicado em 20/04/2015 às 3:00 PM [+]

    por que nao consigo digitar o curso no formulario

Compartilhe suas ideias! Deixe um comentário...

Antes de enviar um comentário, verifique seu conteúdo. Comentários que violem os Termos de Uso e Condições de Navegação do Portal mundo das Tribos e as leis em vigor poderão ser removidos pelo Portal Mundo das Tribos, sem prejuízo da adoção das medidas legais cabíveis pelo Portal.

Política de privacidade
Termos de uso e condições do site


Top