Você está em: MundoDasTribos > Bem Estar > Pré-menopausa: sinais

Pré-menopausa: sinais

A pré-menopausa, também conhecida como climatério, é um período que compreende a transição entre o menacme e menopausa, ou seja, entre o período fértil e o infértil da mulher. Com duração que pode variar entre 2 a 4 anos antes da última menstruação, essa fase delicada é acompanhada de profundas mudanças físicas e emocionais, que nem sempre são fáceis de lidar. Entenda melhor sobre o assunto e conheça os principais sinais de pré-menopausa.

O climatério é a transição entre o período fértil e infértil na vida da mulher. (Foto: divulgação)

Por que ocorre

O climatério acontece geralmente entre 45 e 50 anos e ocorre devido uma diminuição na produção natural de hormônios ovarianos, característicos do período fértil. Após certa idade os ovários se tornam hipofuncionantes até finalmente pararem de funcionar, o que é completamente natural no ciclo de vida feminino. O resultado da flutuação hormonal são algumas mudanças físicas e sintomas, que por vezes podem ser confundidos com a menopausa.

Sintomas da pré-menopausa

É importante destacar que, dependendo da mulher, os sintomas podem variar de intensidade e nem todas irão apresentar todas as manifestações iniciais, apesar da maioria apresentar os problemas a longo prazo. Por isso é fundamental realizar um adequado acompanhamento médico, a fim de esclarecer todas as eventuais dúvidas sobre o assunto e se preparar para atravessar essa fase.

Entenda quando a reposição hormonal na menopausa é recomendada.

As ondas de calor, conhecidas como fogachos, estão entre os sintomas mais frequentes. (Foto: divulgação)

Os sintomas do climatério podem ser divididos conforme sua tendência de aparecimento:

  • Sintomas de curto prazo

São os primeiros a aparecer. Compreendem:

    • Irregularidade menstrual;
    • Insônia;
    • Fogachos (ondas de calor);
    • Sono entrecortado;
    • Aumento da sudorese;
    • Nervosismo;
    • Formigamento de extremidades;
    • Fadiga, ansiedade e cansaço constante;
    • Tristeza, depressão, choro frequente e labilidade emocional;
    • Cefaleia;
    • Palpitação;
    • Dificuldade de concentração;
    • Diminuição do desejo sexual.
  • Sintomas de médio prazo:
    • Ressecamento vaginal;
    • Ressecamento da pele;
    • Adelgaçamento da pele, que se torna mais sensível;
    • Dor na relação sexual (devido à falta de lubrificação natural da vagina);
    • Rugas;
    • Dores articulares.
  • Sintomas de longo prazo

São os últimos a aparecer e costumam ser ter intensidade e frequência extremamente variáveis:

    • Osteoporose;
    • Cegueira;
    • Doenças cardiovasculares.
Esquecimentos e falta de concentração são alguns dos sintomas de climatério. (Foto: divulgação)

Tratamento recomendado

Produtos à base de soja são capazes de ajudar na diminuição os sintomas do climatério, especialmente os mais incômodos, como as ondas de calor e o ressecamento vaginal. Entretanto, algumas mudanças comportamentais podem ser o suficiente para reverter a situação e melhorar a qualidade de vida. Algumas dicas úteis são:

  • Manter uma excelente hidratação corporal;
  • Evitar produtos ricos em cafeína;
  • Evitar bebidas alcoólicas;
  • Reduzir o consumo de alimentos gordurosos;
  • Reduzir a ingestão de açúcar refinado;
  • Aumentar o uso de produtos ricos em cálcio.

Saiba quais alimentos podem ajudar a diminuir os sintomas de menopausa.

A atividade física é uma poderosa aliada da mulher que está entrando na menopausa. (Foto: divulgação)

A pré-menopausa é um período bastante delicado, que representa a transição entre a vida fértil e a não reprodutiva da mulher. As alterações hormonais são capazes de causar intensos transtornos físicos e emocionais, e por isso vale a pena realizar acompanhamento regular com médico ginecologista.

Recomendado para você
Bem Estar

Tendências de tatuagens masculinas para 2017 (mais de 100 fotos incríveis)

Bem Estar

Preços de Elevadores Residênciais

Bem Estar

Sobrecarga na instalação elétrica: como evitar

Bem Estar

Cuidados ao se brincar de inimigo secreto

Comentários

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *