Menu

Saúde

Atualizado em 11 de outubro de 2011, às 15:00 por Marília F. Silva
Você está em: MundoDasTribos > Bem Estar > Pílula do dia seguinte: modo de usar

O intuito da pílula é evitar a gravidez em casos de urgência, ou seja, quando a camisinha estoura ou após um abuso sexual, por isso fique atenta para o seu uso correto.

289565 pilula do dia seguinte Pílula do dia seguinte: modo de usar

Desde quando foi liberada pela OMS (Organização Mundial de Saúde) a pílula do dia seguinte passou a ser encontrada com muita facilidade em drogarias, e hoje vem sendo muito utilizada como método contraceptivo normal. No entanto, o intuito da pílula é evitar a gravidez em casos de urgência, ou seja, quando a camisinha estoura ou após um abuso sexual. Desse modo, confira abaixo tudo o que você precisa saber para utilizá-las de forma correta.

A pílula do dia seguinte deve ser consumida apenas em ocorrências de extrema emergência, ou seja, quando não houver o uso do contraceptivo ou se a camisinha estourar. Atenção: ela não deve ser tomada como uso diário.

Quando tomada repetidas vezes, as chances de seus efeitos falharem são muito grandes, e consequentemente, o risco de uma gravidez não desejada também aumenta. Além disso, pode causar efeito colateral como: enjoos e modificação no ciclo menstrual.

A pílula apenas possui efeito até 72 horas após a relação sexual. Se ingeri-la nas primeiras 24 horas, o risco de gravidez é de 5%. Após 48 horas, essa taxa sobe para 15%, e em três dias, para 40%. A pílula vem em dois comprimidos, um para consumir nas primeiras 24 horas e outro após 12 horas do primeiro.

Assim como os anticoncepcionais não é preciso receita médica para comprá-la. O remédio pode ser encontrado em qualquer farmácia com o preço entre R$ 15 e R$ 20.

Em casos de esquecimento de tomar a pílula normal, também poderá recorrer a do dia seguinte. No entanto, o certo seria usar a camisinha, se esta chegar a estourar, aí sim poderá recorrer ao remédio. Se esta situação ocorrer, é importante que interrompa o uso do contraceptivo até a menstruação e usar a camisinha nesse intervalo.

A pílula do dia seguinte é contra-indicada para pessoas que sofrem de problemas cardíaco, diabetes, circulatórios e hipertensão. Antes de consumi-las, é recomendável que procure um médico imediatamente, pois o risco nesses casos aumenta em 20%.

A categoria Saúde do portal Mundodastribos.com é um espaço informativo de divulgação e educação sobre os temas relacionados à saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento, sem antes consultar um profissional de saúde.