Menu

Moda

Atualizado em 31 de agosto de 2011, às 19:00
Você está em: MundoDasTribos > Bem Estar > Pavão da Moda

261988 Louis XIV of France Pavão da ModaRei Luís XIV da França

No século XIX, durante o reinado de Luís XIV na França, os homens eram conhecidos como os “pavões da moda”. Naquela época, os homens se enfeitavam com broches bem decorados de renda e laços (sim, vocês leram direito, eles usavam laços e renda!) que eram feitos dos mais finos tecidos, renda e cetim; além de vestirem camisas de linho branco impecavelmente limpas com gravatas extravagantes e casacos adornados com botões excêntricos e costuras douradas.

Dá pra acreditar que essa ostentação toda que hoje em dia é atribuída às mulheres, um dia pertenceu aos homens? Pois é! Tudo tem uma explicação, vamos à ela:

Esse consumismo e ostentação que os homens ressaltavam, eram considerados como sinônimo de bom gosto. Quanto mais adorno e enfeite, mais bem vestido o homem estava.

 

Em 1789, após a Revolução Francesa, toda essa pompa e estilo de vestir tiveram uma mudança dramática. Refinamento, simplicidade e austeridade eram os objetivos que os homens adotaram, juntamente com o uso de calças compridas, coletes, casacas, cartolas e bengalas que definiriam o novo cavalheiro na sociedade.

Uma roupa bem feita por um alfaiate com os materiais mais finos e caros era o que determinava a posição na sociedade. No início do século XIX, reza a lenda de que Beau Brummell, um amigo do Príncipe de Gales, foi o pioneiro e referência ao adotar um visual mais limpo e comedido, mas sem deixar a beleza de trajes bem feitos de lado.

A moda masculina inglesa era “patrocinada” pela nata Britânica, que estabeleceu o estilo europeu do século XIX e início do século XX. Foi nessa época que os alfaiates de Savile Row, em Londres, ganharam espaço e fama pelos excelentes cortes e acabamentos que as roupas masculinas apresentavam. Savile Row é uma rua no centro de Londres, originada entre 1731 e 1735, e concentra lojas de roupas masculinas tradicionais.

Designers contemporâneos como John Galliano e Alexander McQueen foram aprendizes em Savile Row, e por mais excêntrica que é a moda que estes fazem, sua admiração e respeito pelos métodos de costura desse lugar estão presentes em suas criações.

Ao longo dos anos, as roupas masculinas foram mudando cada vez mais. Após a Segunda Guerra Mundial, o ready-to-wear se espalhou mundo afora, causando impacto nos trajes sociais e casuais.

Giorgio Armani revolucionou e influenciou o mundo masculino com suas criações informais, de caimento bonito e simples. Seguido por Calvin Klein e Ralph Lauren, o estilo de vida dos homens ficou mais casual e uma nova era nascia para a moda masculina.

Nos anos 2000, o estilo de vestir dos homens reviveu várias épocas passadas e também misturou algumas delas. Aquele pavão do começo do texto foi transformado e está mais contido e visa a praticidade que os tempos de hoje nos proporcionam. Tecidos high tech, cores e cortes com um toque retrô fazem parte da moda masculina de hoje.

A moda do novo milênio é tudo menos simples.