Menu

Curiosidades

Atualizado em 6 de julho de 2012, às 7:10 por Isabella Moretti
Você está em: MundoDasTribos > Notícias > Partícula de Deus, o que é

Físicos podem ter finalmente descoberto a partícula que dá massa à matéria, uma peça chave para desvendar os mistérios da construção do universo.
480740 Partícula de Deus o que é Partícula de Deus, o que éA partícula será importante para desvendar os mistérios da construção do universo. (Foto: Divulgação)

Os indícios do Bóson de Higgs, popularmente conhecido como a Partícula de Deus, têm sido estudados há anos pelos cientistas. Acredita-se que ele surgiu logo após o Big Bang, explosão que deu origem ao universo. Para muitos, a partícula pode ter papel essencial para explicar grandes mistérios, como a origem da massa das outras partículas que adquirem massas variadas. Desde que a hipótese da Partícula de Deus foi levantada, os físicos a consideram uma chave para explicar a construção do universo.

Para saber mais sobre Física: Aulas de Física Grátis Online

A possível descoberta da Partícula de Deus

Após anos de pesquisas, os físicos do LHC (Grande Colisor de Hádrons), maior acelerador de partículas do mundo, podem ter finalmente descoberto a Partícula de Deus. Caso a possibilidade seja confirmada, a humanidade estará prestes a presenciar o Modelo Padrão, uma teoria científica que explica como agem os componentes e as forças da natureza.

 Partícula de Deus, o que éO LHC, o maior acelerador de partículas do mundo. (Foto:Divulgação)

A descoberta de uma nova partícula foi feita e existem fortes indícios de ser o tão procurado Bóson de Higgs. Os pesquisadores, que estão em busca de uma conclusão definitiva, já analisam dados de milhões de colisões de partículas. Se a descoberta for efetivamente comprovada, será de longe o maior avanço científico deste século.

Uma breve explicação sobre a partícula de Deus

No universo existem partículas maciças, que necessitam de forças para serem movimentadas. Há também as partículas sem massa, que existem apenas como uma energia. A consagrada equação de Einstein (E= mc²) estuda justamente a equivalência de massa e energia, ou seja, que massa pode se transformar em energia e vice-versa.

Os físicos medem a massa como se fosse energia, considerando a unidade de medida elétron-volt. As partículas apresentam massas muito diferentes e isso se deve ao campo de Higgs, uma espécie de campo magnético que considera o fato de uma partícula negativa ser atraída pelo polo positivo e vice-versa. Uma partícula que interage ganha massa, enquanto aquelas que não reagem possuem massa zero.

Para a física quântica, as partículas que atuam no campo de força são chamadas bósons, porém o bóson que atua no campo de Higgs nunca foi visto, já que ele está solto. O acelerador de partículas, no entanto, gera os Bósons de Higgs livres, ao passo que provoca violentas colisões entre os prótons. Segundo a teoria, o acelerador tem a missão de encontrar a partícula perdida.

 Partícula de Deus, o que éPeter Higgs, cientista que deu nome ao Bóson de Higgs. (Foto:Divulgação)

A descoberta da Partícula de Deus dará subsídios para a teoria do Modelo Padrão, que considera os bósons responsáveis pela criação de forças fundamentais no núcleo atônico. Para o físico escocês Peter Higgs, que deu nome a partícula, a massa não seria os próprios bósons, mas sim a ação de uns com os outros.

A colisão com o bóson de Higgs faz com que as partículas fiquem mais lentas e consigam adquirir massa. A quantidade de colisões também pode justificar a variação da massa.

Veja também: As Maiores Loucuras Cometidas pelos Cientistas

RECEBA OS ARTIGOS VIA EMAIL

Ao subscrever nossa newsletter, passar receber nossos artigos por email e informações sobre os nossos passatempos. É gratuito e sem spam.