Carros

O Chevrolet Cruze está Chegando!

Por Redacao

A briga no segmento de sedãs compactos promete ficar bastante acirrada a partir de setembro. A GM está aposentando o Vectra e traz um lançamento de peso para ocupar o seu lugar no mercado brasileiro, repleto de tecnologia embarcada e motorização de última geração. Estamos falando do Chevrolet Cruze, um projeto desenvolvido em conjunto com a coreana Daewoo para a comercialização em mais de 130 países.

No Brasil, o sucessor do Vectra terá a difícil missão de substituir um veículo bem conceituado no mercado (apesar da defasagem tecnológica em relação aos concorrentes do mesmo segmento). Aliás, para enfrentar concorrentes já consolidados no mercado nacional como o Honda Civic e Toyota Corolla, o Cruze deverá realmente oferecer um diferencial ao consumidor brasileiro.

Desde a abertura do mercado automobilístico nacional, nos anos 1990, não se encontrava tantas opções por aqui. Além dos japoneses, o Cruze terá que enfrentar também o Jetta da Wolkswagen, o Renault Fluence, o Peugeot 408, os coreanos da Hyundai e Kia, além dos fabricantes chineses que estão vindo com os dentes afiados para essa briga.

Atenta às condições desse segmento altamente competitivo, a GM mostra indícios que pretende jogar pesado para garantir a participação do Cruze na disputa pela preferência do consumidor brasileiro. A versão fabricada na Argentina indica as prováveis opções para o mercado nacional dada a afinidade sinérgica entre as subsidiárias da General Motors de ambos os países em questões de logística e redução de custos.

O Cruze argentino (na sua configuração mais completa) apresenta um câmbio automático de seis velocidades. Ele é equipado com rodas de alumínio aro 17; Seis airbags; Freios ABS; EBD (sistema que distribui a frenagem eletronicamente) e AFU (Assistência de Frenagem Emergencial, em inglês); Controle de tração e estabilidade; Ar-condicionado; Controle de velocidade (Cruzeiro); Sensores de estacionamento e de chuva; Retrovisores com regulagem elétrica, maçanetas cromadas e teto solar com acionamento elétrico.

No quesito motorização, já se sabe que o Cruze nacional virá com uma versão equipada com motor flex. Na Europa, o modelo conta com as versões 1.6 de 112 CV e 1.8 de 140 CV, além de uma versão 2.0 turbo diesel de 150 CV. Para encarar os concorrentes, provavelmente a opção de motorização para o Cruze brasileiro será a versão 1.8 de 140 CV e 16 V com o recurso de VVT (comando variável por válvulas) já que motorização diesel não pode equipar veículos de passeio no Brasil.

O preço do Cruze nacional (que será montado em São Caetano do Sul-SP) segundo a GM ficará entre 60 e 70 mil reais de acordo com a versão e o pacote de opcionais incluídos. Contudo, estes valores representam coerência entre os praticados pelos demais fabricantes concorrentes. Agora, imagine só como a disputa será acirrada!

Recomendado para você
Comentários

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *