Menu

Cirurgia Plástica

Atualizado em 13 de setembro de 2012, às 16:42 por Redacao
Você está em: MundoDasTribos > Bem Estar > Novo Método para Aumentar os Seios

peitos Novo Método para Aumentar os Seios

Dos métodos para turbinar os seios, o silicone é o mais conhecido entre as mulheres e o mais aceito e praticado pelos especialistas. Felizmente para aquelas mulheres que tem vontade, mas falta coragem de “entrar na faca”, as opções para aumentar os seios devem aumentar.

A novidade que já esta em estudo há cerca de cinco anos na Europa e no Japão, promete aumentar os seios até dois números no sutiã, e isso apenas com aplicação de uma injeção de ácido hialurônico (a mesma substância usada para preencher os vincos do rosto e amenizar as rugas).

O procedimento é desconhecido aqui no Brasil, mas deve ser apresentado já no primeiro trimestre do próximo ano. A dermatologista Daniela Nunes, que participou, nesse ano, da apresentação da técnica e de seus resultados no Congresso de Dermatologia Americano, realizado em Chicago, garante que os resultados são ótimos e imediatos.

“Os seios ficam mais firmes e levantados, com aparência semelhante ao implante de silicone“, dia Daniela.

Porém, essa novidade tem um lado ruim, para quem sonha em ter seios grandes, como os da modelo Sabrina Boing Boing, não poderão recorrer a essa técnica de preenchimento. De acordo com Daniela, a substância aplicada varia apenas de 150 a 200ml.
Ela explica que isso ocorre porque o ácido hialurônico se degrada com o tempo, tornando necessária uma reaplicação em períodos que variam de uma ano e meio a dois anos.

Esse método seria especificamente indicado para três situações: igualar o tamanho das mamas; em pacientes jovens que desejam aumentar os seios mas tem receio de aumentar demais com uma prótese de silicone; e até para promover a elasticidade da pele antes de colocar uma prótese.

Que cuidados tomar depois da aplicação?

Após a injeção, as precauções resumem em evitar exercícios físicos por 48 horas, usar sutiã reforçado por uma semana. É possível voltar ao trabalho no mesmo dia. É importante tomar cuidados constantes com a pele, evitando exposição solar e o tabagismo, que aceleram a degradação dos tecidos.

Riscos de alergia:
Por ser uma substância familiar ao organismo, o risco de haver rejeição é muito pequeno.

Contra indicação:
A aplicação da substância deve ser evitada por pacientes que possuem doenças auto-imunes (aquelas em que o sistema imunológico passa a não reconhecer e a atacar o próprio organismo), como por exemplo, a Lúpus.

Conteúdo avaliado com média:

RECEBA OS ARTIGOS VIA EMAIL

Ao subscrever nossa newsletter, passar receber nossos artigos por email e informações sobre os nossos passatempos. É gratuito e sem spam.