Menu

Criança

Atualizado em 21 de julho de 2012, às 10:13 por Isah Moretti
Você está em: MundoDasTribos > Bem Estar > Nova terapia pode ajudar crianças com alergia a ovo

De acordo com pesquisa, imunoterapia oral pode ser a chave do tratamento contra alergias alimentares.
489870 Nova terapia pode ajudar crianças com alergia a ovO Nova terapia pode ajudar crianças com alergia a ovoA 'terapia do ovo' deu força ao método de imunoterapia oral para tratar alergias. (Foto:Divulgação)

Conviver com alergias alimentares não é tarefa fácil. O indivíduo que sofre com o problema não se sente tranquilo para saborear um prato no restaurante, afinal, desconhece todos os ingredientes usados no preparo e sente medo das reações alérgicas. Entretanto, uma pesquisa mostrou que a imunoterapia oral é capaz de amenizar a alergia ainda na infância.

Leia também: Como lidar com as alergias alimentares das crianças?

‘Terapia do ovo’ pode mudar a forma de tratar alergias

Uma pesquisa realizada pelo Centro para Criança da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos, descobriu que dar pequenas quantidades de ovo a uma criança que tem alergia deste alimento pode ajudar a resolver o problema. Os resultados do estudo foram divulgados no periódico The New England Journal of Medicine.

Os pesquisadores acreditam que a imunoterapia oral pode ser a solução para as alergias alimentares, que se manifestam principalmente na infância. O método tem como objetivo tornar o sistema imunológico resistente à substância causadora de alergias. Com o tempo, o indivíduo entra em contato com pequenas doses dos agentes responsáveis pelas reações alérgicas, até que consiga amenizar ou eliminar o problema. A imunoterapia oral não funciona apenas com ovo, mas também com outros alimentos, como amendoim e leite.

489870 Nova terapia pode ajudar crianças com alergia a ovo 1 Nova terapia pode ajudar crianças com alergia a ovoA pesquisa foi realizada com 55 crianças, de cinco a onze anos, com alergia a ovo. (Foto:Divulgação)

Para elaborar as conclusões, os autores do trabalho acompanharam 55 crianças, de cinco a onze anos, com alergia a ovo. Durante dez meses, 40 voluntários receberam quantidades crescentes de clara de ovo, juntamente com placebo. No entanto, cinco crianças deixaram de participar da pesquisa devido às reações da terapia.

Depois de novas análises, descobriu-se que 35 crianças tinham apresentado melhoras, ou seja, o corpo não apresentava reações tão adversas ao ovo. Dos participantes que se submeteram ao tratamento, 11 demonstraram eliminação completa dos sintomas típicos das reações alérgicas causadas por alimentos.

Os resultados da pesquisa revelam que a imunoterapia oral pode contribuir muito com o tratamento de alergias. Embora o método não tenha curado todas as crianças, ele se mostra eficaz ao tornar o corpo mais resistente a determinados ingredientes, que antes eram agressivos. Com o organismo mais tolerante a certos alimentos, muitos acidentes envolvendo reações alérgicas agressivas podem ser prevenidos.

Saiba mais sobre alergias alimentares

489870 Nova terapia pode ajudar crianças com alergia a ovo 2 Nova terapia pode ajudar crianças com alergia a ovoAs alergias alimentares se manifestam principalmente na infância. (Foto:Divulgação)

As alergias alimentares se manifestam quando o sistema imunológico é incapaz de se defender de determinadas substâncias, que para os outros, são inofensivas.  Vários sintomas podem denunciar um quadro de reação alérgica a um alimento, como diarreia, náusea, tontura, coceira, corrimento nasal, falta de ar, vômito e tontura.

Alguns alimentos causam reações alérgicas com mais frequência, como por exemplo, o ovo, leite, amendoim, peixe, milho e corante. É necessário ficar atento às manifestações dos sintomas para que o tratamento seja realizado de maneira adequada.

Saiba mais: Alimentos que mais causam alergias