Menu

Futebol

Atualizado em 19 de outubro de 2011, às 23:20 por Redacao
Você está em: MundoDasTribos > Esportes > Neymar faz golaço, Santos bate o Botafogo e mantém Timão na ponta

Com um gol de craque da joia santista, Peixe não teve dificuldades para vencer o Botafogo por 2 a 0 e impedir que o Fogão chegasse à liderança. O Timão agradece!
296724 Neymar2 Neymar faz golaço, Santos bate o Botafogo e mantém Timão na pontaNeymar rouba a cena na Vila Belmiro e ajuda o Santos a superar o Botafogo

A expectativa era grande em torno do jogo atrasado entre Santos e Botafogo, já que o time carioca poderia ultrapassar o Corinthians na pontuação e chegar à liderança do Brasileirão. Porém, com Neymar em uma noite inspirada, o Santos venceu o Botafogo por 2 a 0, e impediu que o time da estrela solitária assumisse a ponta do torneio.

Superior em praticamente toda a partida, o Peixe fez um bom primeiro tempo e marcou 2 a 0. Primeiro, Neymar fez excepcional jogada individual e abriu o placar. Na sequencia, Borges mostrou porque é o goleador máximo do campeonato e ampliou para o time da Vila.

O resultado colocou o Santos na 11ª colocação, com 41 pontos, e manteve o Botafogo na terceira posição, com 52. Assim, o Corinthians segue líder do Brasileirão, com 54 pontos.

Superioridade santista na primeira etapa

A partida na Vila Belmiro começou com muita marcação no meio de campo e uma quantidade excessiva de passes errados dos dois lados. Em casa, o Santos adotou uma postura mais ofensiva desde o início e tentava se utilizar da velocidade para vencer a zaga botafoguense. Bastante recuado, o Botafogo priorizava a marcação e cadenciava a partida quando tinha a bola nos pés, se arriscando pouco no campo de ataque.

O Peixe criou a primeira boa chance para marcar, aos seis minutos. O time santista fez boa triangulação na entrada da área, Adriano deixou de letra para Borges, que bateu fraco para defesa segura de Jefferson.

Aos 12, Henrique obrigou Jefferson a trabalhar. O meia do Santos dominou sozinho na intermediária e soltou a bomba, mas Jefferson espalmou para o lado o perigo.

Gol de gênio de Neymar

Bem melhor em campo e com vontade de vencer, o Santos abriu o placar graças à genialidade do craque Neymar. O camisa 11 carregou a bola até a entrada da área, deu dois dribles desconcertantes no marcador e com um leve toque de bico bateu no cantinho esquerdo do gol de Jefferson. Golaço!

O gol sofrido despertou o Botafogo. Aos 20, Elkeson deu lançamento na medida para Maicosuel dentro da área, o meia dominou, mas na hora da finalização foi desarmado por Edu Dracena. Dois minutos depois, Elkeson rolou para Alessandro pelo lado direito, o lateral cruzou, Loco Abreu ajeitou mal e Maicosuel finalizou fraco.

Porém, no momento em que o Fogão crescia na partida, o Santos ampliou, aos 28. O artilheiro Borges dominou de costas para o gol, na entrada da área, girou e acertou um lindo chute sem chances para Jefferson: 2 a 0 Peixe.  Este foi o 22º gol de Borges, artilheiro isolado do Brasileirão.

O Botafogo encontrava uma enorme dificuldade para trocar passes e penetrar na defesa santista. Assim, a solução foi arriscar de longe. Aos 36, Marcelo Mattos soltou a bomba da intermediária e Rafael fez uma ótima defesa.

Jogo morno na segunda etapa

Em desvantagem no marcador, o Botafogo retornou ao gramado mais à frente na segunda etapa. Entretanto, com Maicosuel e Loco Abreu bem marcados, o Fogão seguia sem ser eficiente na articulação das jogadas ofensivas.

Tanto que a primeira boa oportunidade do segundo tempo foi do Santos. Arouca cruzou com perfeição na cabeça de Alan Kardec, que cabeceou em cima do goleiro Jefferson.

Aos 14, o Peixe armou um contra-ataque rápido e quase marcou o terceiro. Renteria dominou na intermediária e lançou para Neymar, que dentro da área finalizou com classe, mas a bola saiu pela linha de fundo.

A resposta botafoguense veio três minutos depois. Felipe Menezes acertou um lindo chute de fora da área, mas Rafael voou na bola e impediu o gol do Fogão.

A intensidade do jogo caiu consideravelmente na etapa final. Recuado, o Santos apostava na velocidade para tentar encaixar um ataque e matar o jogo. Afoito em campo, os jogadores do Botafogo tentavam definir rapidamente as jogadas e erravam muitos passes no campo de ataque.

Na base da bola parada, o Botafogo quase descontou. Felipe Menezes cobrou falta na área, Fábio Ferreira cabeceou e Rafael evitou o gol do time carioca. O Botafogo se lançou ao ataque e dava espaços ao time santista. Aos 35, Alan Kardec invadiu a área e finalizou forte para defesa de Jefferson.

Nos últimos minutos, o Botafogo continuou tentando, de forma desordenada, chegar ao gol, mas era facilmente bloqueado pelo setor defensivo do Santos.

RECEBA OS ARTIGOS VIA EMAIL

Ao subscrever nossa newsletter, passar receber nossos artigos por email e informações sobre os nossos passatempos. É gratuito e sem spam.