Bem Estar

Efeitos da Morfina e consequências

Por Redacao

Os efeitos da morfina e consequências para o nosso organismo podem ser dada de duas formas. A morfina é um medicamento do grupo dos opioides usado no tratamento imediato de pacientes para tratamento da dor de forma rápida. Mas qual outro efeito e consequência da morfina?

Efeitos da Morfina e consequências (imagem ilustrativa)

Morfina Efeitos e consequências

Médicos no mundo todo usam os efeitos da morfina para aliviar pacientes com dores extremas. Mas o que acontece e quais a consequências da morfina quando usada de forma errada? Abaixo respostas para essa pergunta, então leita atentamente!

Conforme dito acima o efeito da morfina muito comumente utilizado pelos médicos, é para o alívio de dores extremas que geralmente são provocadas por acidentes automobilísticos, percas de membros do corpo, ou ainda qualquer outro meio que provoque um tipo de surto dolorosa.

Porventura clinicamente falando, os efeitos da morfina são especialmente úteis como analgésico e supressão da dor conforme dito acima, e ainda a sedação na anestesia.

Mas então vem a nossa pergunta: o que acontece e qual a consequência da morfina usada de forma errada? Para entender a resposta dessa pergunta é importante saber que a morfina é um narcótico.

Na maioria dos casos a morfina é aplicada através de injeção dentro das veias, e há casos que pode ser utilizado por via oral sendo uma dosagem maior, porventura isso é conforme o que o médico achar necessário para o paciente em questão.

 A resposta para a pergunta é que as consequências da morfina no organismo de forma tóxica, pode causar no indivíduo grande depressão respiratória e cardíaca. O uso excessivo faz com que a pessoa perca a consciência, tem o seu tom de pele meio que azulada, isso porque a respiração fica fraca e o sangue não obtém oxigenação.

Efeitos da Morfina podem ser controlados quando aplicados por um médico. (imagem ilustrativa)

Dessa forma a pressão arterial cai a ponto do sangue não circular e o pessoa pode até entrar em coma levando depois à morte. Esta é a consequência da morfina quando usado de forma errada.

O uso errado da morfina se dá por pessoas que porventura ficaram viciadas no narcótico por algum motivo. O caso mais comum é de pessoas que se automedicam para aliviar algum tipo de dor de forma rápida, e assim acabam por ficar viciadas em morfina.

Porém o efeito da morfina pode ser muito adverso uma lista abaixo você pode olhar com calma e ver os principais efeitos da morfina e as suas consequências quando usada.

Efeitos comuns da morfina e consequências adversas

  •  Euforia que pode conduzir a um estado de dependência
  •  Sedação
  •  Meiose (a meiose é a constrição da pupila do olho)
  •  Depressão respiratória (nesse caso em termos de overdose poderá provocar a morte. Mas também há alguma diminuição da respiração mesmo em doses terapêuticas, por isso é importante usar a morfina apenas com orientação médica)
  •  Supressão da tosse (nesse caso é bom ter cuidado caso houver algum tipo de infecção pulmonar)
  •  Rigidez muscular
  •  Vasodilatação com calores na pele
  •  Pesadelos
  •  Ansiedade
  •  Alucinações (leia depois sobre drogas alucinógenas)
  •  Vômitos

 Efeitos incomuns da morfina

  •  Libertação da hormona Prolactina com possível ginecomastia (ou crescimento das mamas nos homens), e galactorreia (secreção de leite nas mulheres.)
  •  Prolongamento do parto
  •  Redução da função renal
A morfina é uma droga perigosa. NÃO USE sem orientação médica. (imagem ilustrativa)

Infelizmente algumas pessoas tem utilizado a morfina de forma errada e com isso tem levado a dependência do medicamento e consequentemente tem agravado diversos outros problemas.

É certo dizer que quem usa constantemente a morfina pode ser um viciado em drogas. O problema com drogas como a morfina tem levado a destruição muitas vidas.

Quando a pessoa viciada deixa de usar a morfina, a mesma passa por um tipo de abstinência, da mesma forma como ocorre com Outras Drogas, o processo é doloroso, a pessoa pode ficar violenta, pode passar por náuseas, vômitos, diarreia, cãibras musculares, cólicas intestinais, lacrimejamentos, corrimento nasal, e outros sintomas que podem durar até 8 a 12 dias

Uso da morfina em casos clínicos

Foi dito algumas vezes no artigo acima, que os médicos, especialmente aqueles que trabalha em pronto socorro e pronto atendimento de urgência, utiliza a morfina para uso Clínico dentro de uma quantidade específica para cada caso. Portanto de forma simples veja como é o uso em casos clínicos:

Dor crônica: é a primeira escolha quando se trata de dor crônica, especialmente em tratamentos de pós operação, mas não é todo caso.

Dor aguda forte: nesse caso podemos colocar traumas, aqueles provocados por Acidente conforme dissemos acima, dor de cabeça quando extremamente forte e até no parto.

Na anestesia geral: é usada como um adjuvante a gás anestésico principal.

Conforme você leu nessa matéria observou de uma forma simples que usar a morfina de forma errada, pode trazer consequências graves para o organismo e a saúde.

A consequências da morfina podem ser adversas. Mas apenas o médico pode ajudar e saber a quantidade exata para cada situação. (imagem ilustrataiva)

Porém o efeito da morfina quando usado corretamente pode ser um alívio para pessoas que precisam deste medicamento de uma forma imediata.

Nunca use a morfina na esperança de conseguir melhorar algum tipo de dor por conta própria, ou não use-a para fazer com que os mamilos cresçam ou ainda, provocar qualquer outra alteração no corpo.

Se você tem dores crônicas, está sentindo forte dor provocada por algum tipo de trauma, procure seu médico imediatamente. Somente ele poderá lhe indicar o uso ou não da morfina, além do mais, ele poderá lhe passar algum outro medicamento mais leve e muito mais eficaz contra dor que você esteja sentindo.

Usar a morfina ou qualquer outro tipo de droga para se sentir leve, livre e solto não é correto. Para se sentir bem, primeiro você precisa saber onde melhorar em você mesmo, seja forte! Queira sempre ter a sua saúde em ótimo estado, e deixe de lado os efeitos da morfina e suas consequências para os médicos que sabem como usá-las. Aqui você pode ler por que evitar o usos de drogas.

A morfina é o primeiro ópio produzido em laboratório. Apesar de ser usada no tratamento da dor a droga é perigosa, pois ela causa euforia, bem estar e dependência química rápida. A dependência da morfina pode ser tanto física quanto psicológica, causando no usuário a necessidade de doses cada vez maiores.

A dependência pode ser diagnosticada porque o paciente apresenta tremores, ereção dos pêlos, suores, lacrimejamento, rinorreia, respiração rápida, temperatura elevada, ansiedade, anorexia, dores musculares, hostilidade, vômitos e diarreia.

As consequências deixadas pela droga são varias: deprimem as regiões do cérebro que controlam a respiração, os batimentos cardíacos e a pressão arterial do sangue. As pupilas ficam contraídas, o estomago e o intestino paralisam e apresentam fortes prisão de ventre.

A droga também pode levar o usuário ao coma apresentado por perda de consciência, perda de oxigenação no sangue e a queda da pressão arterial, que se não for socorrido a tempo pode até causar a morte.
Por isso esse medicamento só pode ser usado ou receitado por uma médico.

Recomendado para você
Bem Estar

Decolar Passagens Aéreas Promocionais 2017

Bem Estar

Cuidados necessários com as orelhas furadas

Bem Estar

Botas femininas inverno 2017

Bem Estar

Cama de Casal, escolha a cama ideal para você

Comentários
  1. Jaqueline disse:

    – Eu precisei tomar esse medicamento, morfina. Porque há dois meses atrás eu fiz uma cirurgia na coluna (escoliose) e eu sentia muita dor acho que era a pior dor que eu já senti em toda minha vida. As enfermeiras me davam morfina á cada 20 minutos porque era muita dor. Mas se eu tivesse pesquisado o que era morfina antes de eu ter operado, eu não tomaria este medicamento porque causa muitas consequências. A sensação depois de ter tomado a medicação é realmente muito estranha, após ser aplicado o medicamento, a pessoa já sente o coração bater mais forte, e dá um sono. Realmente vicia como se fosse droga, e eu me sentia muito bem quando tomava isso. Mas agora eu agradeço á Deus por não ter acontecido nenhuma desse consequencias comigo. Ótimo o site, obrigada!

  2. izadora disse:

    este texto e otimo pois mi ajudou no trabalhor escolar e ajudou todas minha colegas acho bão criar texto assim , pois assim como tirou minha duvidas vai tirar de muita gente , bjs o0 ^^

  3. anna disse:

    essa tal e morfina mata mesmo.. vixi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *