Você está em: MundoDasTribos > Bem Estar > Micose na virilha: como tratar

Micose na virilha: como tratar

O corpo humano geralmente hospeda muitos microrganismos, como bactérias e fungos. Alguns são úteis para o organismo, enquanto outros podem se multiplicar de forma rápida e provocar infecções. A micose é um exemplo muito comum, que pode acometer várias partes do corpo. Saiba mais sobre a micose na virilha e como tratar.

As micoses na virilha surgem principalmente no verão. (Foto: divulgação)

O que é micose

A micose na virilha é conhecida cientificamente como Tinea Crural. Esse problema acontece principalmente no verão devido ao suor excessivo e uso de roupas de banho molhadas durante muito tempo. A umidade favorece a proliferação dos fungos e a escuridão torna o local ainda mais propício para que o microrganismo se desenvolva.

Sintomas da micose na virilha

Os principais sintomas da micose na virilha são:

  • Lesões avermelhadas ou escurecidas na região genital;
  • Coceiras que podem ir até parte do abdômen e glúteos.

Para evitar a micose na virilha algumas atitudes devem ser tomadas. Não use toalha de outras pessoas, não sente diretamente em bancos públicos (coloque uma toalha antes), evite contato íntimo, tome vários banhos por dia, não fique muito tempo com a roupa molhada e lave todos os dias as roupas de banho.

As manchas avermelhadas com coceira podem indicar micose na virilha. (Foto: divulgação)

Veja também o que é micose, como acabar com a micose 

Diagnóstico da micose na virilha

Existem vários tipos de micoses que podem atingir a virilha. Ao consultar um médico, pode ser que seja necessário realizar alguns procedimentos, como biópsia da lesão, para encontrar o agente causador. O diagnóstico correto é necessário para tratar com o medicamento adequado.

Tratamento da micose na virilha

A micose na virilha pode ser facilmente tratada em poucas semanas. Durante o tratamento é necessário seguir alguns cuidados básicos como:

  • Mantenha a pele da virilha limpa e seca;
  • Não utilize roupas que irritem a região afetada, como feitas com lã, por exemplo;
  • Aplique tópicos antifúngicos que contenham miconazol, clotrimazol e tolnaftato;

Se as infecções durarem mais do que uma semana e forem frequentes e graves, o ideal é procurar o médico para avaliar o caso. O profissional pode associar medicamentos como cetoconazol, terbinafina, antifúngicos e outros medicamentos orais como os antibióticos. Isso ocorre porque algumas micoses são de difícil tratamento e podem causar consequências graves para a saúde.

Consulte o médico para indicar o tratamento para micose. (Foto: divulgação)

Veja também micose, causas e tratamento 

A micose é um problema de pele muito comum que acomete pessoas de todas as idades. Ela é provocada principalmente pelo excesso de umidade da pele que facilita a proliferação de fungos causadores da infecção. As pomadas, cremes e outros medicamentos antifúngicos são os mais indicados para o tratamento da micose na virilha.

Recomendado para você
Bem Estar

Complicações da cirurgia de pedra no rim

Bem Estar

Moda plus size masculina: roupas, dicas para se vestir

Bem Estar

Receita de molho tártaro passo a passo

Beleza

www.torratorra.com.br, Site Torra Torra Roupas

Comentários
  1. Shiza disse:

    Eu tenho o mesmo problema, ctnatsoado por minha dermatologista.Ela me passou os seguintes medicamentos: Creme Topison; mandou passar duas vezes ao dia, uma vez pela manhe3 e outra pela noite, ate9 que a pele se afine e suma as bolhas. (se ne3o me engano se estiver gre1vida melhor ne3o passar. Leia a Bula!) Loe7e3o Cremosa FISIOGEL a.i.; esta loe7e3o ela mandou passar sempre. Se for lavar as me3os passe logo apf3s seca-las. (Esta loe7e3o e9 bem carinha, me1s resolve bastante o problema, uma gotinha de1 para passar nas duas me3os) Consulte seu dermatologista para saber se vai resolver no seu caso estes medicamentos. Tambe9m je1 usei a Trok, mas o Topison teve melhor efeito.Bom parece que estou passando uma receita, mas e9 para ajuda-la, pois sei que isto incomoda muito e je1 passei por outros dermatologistas que ficaram me receitando ve1rios medicamentos manipulados que por vezes parecia aumentar o problema. Estes medicamentos foram os fanicos que amenizam o problema quando aparece, a disidrose ne3o evolui para algo mais incomodo. Antes de usa-los minhas me3os e um dos dedos de meu pe9 ficavam horredveis, coe7ando muito, tinha dia que coe7ava tanto que parecia estar com bicho de pe9 no dedo.Espero ter ajudado.Interessante a informae7e3o passada neste artigo, ne3o sabia que fungos poderia fazer a disidrose se desenvolver e, alie1s, minha dermatologista me disse essa doene7a e9 heredite1ria e e9 muito comum nas palmas das me3os e dos pe9s, mas em minha se manifesta no pescoe7o tambe9m.Ao escritor: Muito bom o artigo meus parabe9ns.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *