Você está em: MundoDasTribos > Bem Estar > Saúde > Mãos descascando: O que pode ser? Tratamento, Causas, Sintomas

Mãos descascando: O que pode ser? Tratamento, Causas, Sintomas

A nossa pele é composta por camadas (epiderme, derme e hipoderme) e cada uma tem sua função. A Epiderme, camada que fica mais exposta das três, sofre uma troca a cada 30 dias onde ela muda quando há alguma fricção, hidratação ou exposição ao sol, entre outras causas. Essa é uma das causas mais comuns das mãos descascando. Além da troca da nossa pele ocorrida de forma natural existem outros dois motivos para acontecer isso: Uso de alguns medicamentos e Infecções por Fungos. Existem também uma doença hereditária que pode ser uma das causas em algumas pessoas.

Mãos descascando
A descamação das mãos é um problema bastante comum. (Foto: divulgação)

Mãos descascando

A descamação das mãos é um problema bastante comum pelo qual a maioria das pessoas já passou alguma vez. Quem sofre com esse mal geralmente apresenta pele muito seca, áspera, de coloração avermelhada e com rachaduras, que se tornam muito sensíveis ao toque. Na maior parte dos casos a causa do problema é uma desidrose, também conhecida como eczema das mãos. Esclareça várias dúvidas, entenda melhor o problema e saiba como tratar mãos descascando.

Infelizmente, vários mitos envolvendo o ressecamento das mãos são espalhados entre a população. Dentre a crendice mais frequente está a de que a descamação é causada pelo excesso de ácido úrico no organismo. O que muita gente não sabe é que o ácido úrico, independente de sua concentração sanguínea, não é capaz de provocar esse tipo de alteração, não havendo, portanto, nenhuma relação entre a uricemia e a descamação das mãos e pés.

Causas

Existem vários problemas que podem cursar com a descamação das palmas das mãos, mas como dito anteriormente, a grande maioria dos casos é decorrente de uma desidrose. A descamação surge porque a pele que está revestindo e protegendo o corpo se torna demasiadamente irritada, adquirindo o aspecto vermelho, ressecado, áspero e com rachaduras, que são alguns dos sinais mais característicos.

A desidrose ocorre mais frequentemente em pessoas com atividades laborais onde é exigido lavagem frequente das mãos, ou que possuem história previa de eczema ou pele sensível na família.

Nossos hábitos alimentares influenciam diretamente em nossa saúde, no caso do problema de descamação não é diferente. Falta de vitaminas específicas com Vitamina A, B, ferro e Iodo podem acarretar a descamação da palma das mãos. Existem também problemas que podem estar diretamente relacionados à esse problema, são eles:

  • Eritrodermia;
  • Dermatite esfoliativa;
  • Eczema;
  • Psoríase;
  • Ictiose;
  • Desidrose;
  • Problemas renais ou de fígado;
  • Doença de Kawasaki;
  • Febre escarlatina.

Tratamento e prevenção

A dica mais eficiente para se prevenir desse tipo de problema é diminuir a frequência das lavagens das mãos ao longo do dia, além de não se esquecer de aplicar cremes hidratantes para as mãos imediatamente após secá-las. Como o problema geralmente é autodiagnosticado, é importante procurar auxílio médico caso persista qualquer dúvida sobre o real motivo da descamação ou mediante a piora do quadro clínico. Muitas vezes a doença pode ser confundida com dermatite de contato.

Quando as medidas preventivas não funcionam e as lesões aparecem, para diminuir a dor e a irritação cutânea podem ser aplicados creme a base de corticoide associados a hidratantes. É importante que esse tipo de medicação seja prescrito por médico, pois seu uso inadequado pode cursas com sérios problemas locais e sistêmicos.

A descamação das mãos é um problema comum que afeta grande parte das pessoas. Felizmente sua evolução tende a ser benigna e o tratamento é baseado na prevenção e uso de hidratantes.

Recomendado para você
Saúde

Ginástica Funcional, O Que é

Saúde

5 Benefícios do Caldo de Cana para a Saúde

Saúde

Chá para Descer a Menstruação

Bem Estar

Prótese Dentária – Preços, Fixas, Flexível, Silicone, Porcelana

Comentários
  1. alice lavinia disse:

    obrigada me ajudou muito

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *