Menu

Saúde

Atualizado em 8 de abril de 2013, às 13:55 por Analu
Você está em: MundoDasTribos > Bem Estar > Males que o celular causa à saúde

O celular trouxe benefícios para a vida moderna, mas trambém trouxe malefícios.Saiba quais são os males que o celular causa à saúde.

Até o momento, existem em torno de cinco bilhões de celulares em todo o mundo, sendo considerada a maior experiência biológica já feita. Apesar das grandes vantagens que esse pequeno aparelho trouxe aos indivíduos, existem alguns mitos sobre o seu uso. Na Suécia, existe um departamento de neurocirurgia que avalia os efeitos da radiação eletromagnética emitida pelo celular no corpo humano e que se preocupa cada vez mais com as tecnologias baseadas em ondas de radiação. Conheça os males que o celular causa à saúde.

Saiba como higienizar o celular. 

605664 Estudos mostram que a incidência do câncer pode ser aumentado pelo uso de celulares. Foto divulgação Males que o celular causa à saúdeEstudos mostram que a incidência do câncer pode ser aumentado pelo uso de celulares. (Foto: divulgação)

 

Alertas da Organização Mundial de Saúde

A Organização Mundial de Saúde (OMS) alertou que o uso de celular pode causar câncer. O anúncio da Agência Internacional de Pesquisa sobre a doença classificou a radiação emitida pela antena do telefone celular como causador de disfunção celular levando ao possível aparecimento do câncer. O aparelho entrou na lista dos possíveis causadores de câncer, onde estão o chumbo, o clorofórmio e os resíduos emitidos pelos automóveis.

Estudos comprovam a malignidade

Alguns estudos estrangeiros comprovaram que o celular aumentou a incidência de tumores malignos e benignos no cérebro. Segundo a pesquisa, indivíduos que utilizaram o aparelho por pelo menos 30 minutos por dia, durante 10 anos, apresentaram 40% mais chances de desenvolver gliomas e outros tumores cerebrais malignos. Apesar dos dados, ainda não conseguiram comprovar que o celular é o principal responsável pelo desenvolvimento de doenças cancerígenas.

605664 A Anatel é o órgão que cuida das radiações emitidas pelo celular. Foto divulgação Males que o celular causa à saúdeA Anatel é o órgão que cuida das radiações emitidas pelo celular. (Foto: divulgação)

Saiba mais sobre os estudos brasileiros

Em nosso país, também existem alguns estudos que tentam comprovar que o celular pode ser um fator de risco para o desenvolvimento de câncer. Segundo estudos realizados por uma especialista no assunto da Universidade de Minas Gerais, ainda não há certeza sobre os danos que essa tecnologia pode causar à saúde, porém é ideal já iniciarmos a adoção de algumas medidas para prevenir que o pior aconteça.

O estudo da brasileira relacionou as mortes de indivíduos por câncer acontecidos em Belo Horizonte entre os anos de 1996 e 2006 e a proximidade da residência a antenas de telefonia móvel. Ao final, foi comprovado que 93% dos casos das mortes estavam relacionadas a maior proximidade desses locais.

Conheça mais sobre a Anatel

No Brasil, quem determina e fiscaliza os níveis de exposição a campos eletromagnéticos é a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Esse órgão é o responsável em definir qual a radiação máxima que uma antena de celular pode emitir em um ambiente habitado, de modo a evitar problemas de saúde aos moradores da proximidade.

605664 Saiba quais são os males que o celular pode causar à saúde. Foto divulgação Males que o celular causa à saúdeSaiba quais são os males que o celular pode causar à saúde. (Foto: divulgação)

Muito se questiona sobre os malefícios que o celular pode causar à vida dos indivíduos. Apesar de muitas especulações, até o momento não houve comprovações sobre esse fato. Mesmo assim, é importante ficarmos alertas e utilizarmos de maneira balanceada o aparelho, até que as pesquisas tragam mais resultados.

Saiba quais os males que a fumaça pode causar à saúde.

A categoria Saúde do portal Mundodastribos.com é um espaço informativo de divulgação e educação sobre os temas relacionados à saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento, sem antes consultar um profissional de saúde.