Menu

Saúde

Atualizado em 25 de julho de 2012, às 7:37 por Isabella Moretti
Você está em: MundoDasTribos > Bem Estar > Mais de 70% dos casos de câncer de boca, faringe e laringe estão relacionados ao HPV

O HPV, transmitido principalmente por sexo oral, é uma das principais causas de câncer de boca, faringe e laringe.
491677 Mais de 70 dos casos de câncer de boca faringe e laringe estão relacionados ao HPV 2 Mais de 70% dos casos de câncer de boca, faringe e laringe estão relacionados ao HPVHPV está em sete em cada dez casos de câncer orofaringe. (Foto:Divulgação)

O câncer de orofaringe causado por HPV é o segundo tipo de câncer ligado ao vírus mais frequente no mundo e a sua incidência continua aumentando. As pessoas estão se tornando vítimas da doença principalmente porque realizam as práticas sexuais sem proteção.

Leia também: Entenda as vantagens da nova Vacina contra HPV

HPV aumenta os casos de câncer de cabeça e pescoço

De acordo com uma pesquisa realizada pela Faculdade de Saúde Pública da USP, 72% dos casos de câncer de boca, faringe e laringe estão associados ao HPV, doença transmitida através das relações sexuais sem camisinha. O contágio da DST acontece principalmente por meio do sexo oral. Este estudo foi divulgado recentemente pela Agência FAPESP.

Para formular as conclusões, os pesquisadores da universidade avaliaram 1.475 pacientes que desenvolveram tumores na cabeça e pescoço. Através dos exames de sorologia e análise de DNA foi possível conhecer a prevalência do HPV do tipo 16.

491677 Mais de 70 dos casos de câncer de boca faringe e laringe estão relacionados ao HPV 1 Mais de 70% dos casos de câncer de boca, faringe e laringe estão relacionados ao HPVSete em cada dez pacientes com câncer de boca, faringe e laringe são portadores do HPV. (Foto:Divulgação)

As análises revelaram que sete em cada dez pacientes com câncer de boca, faringe e laringe são portadores do HPV, representando desta forma mais de 70% do total. Os números surpreendem porque superam pesquisas anteriores – em avaliações realizadas entre 1998 e 2003, a prevalência do HPV entre as pessoas com câncer era de 55%. O estudo da USP também constatou que, pacientes com HPV positivo, possuem mortalidade 38% menor.

Outras pesquisas internacionais apontam que a infecção por HPV está associada aos tumores orofaringe, sendo assim um prognóstico melhor do que os demais tipos de câncer que afetam a cabeça e o pescoço. Os motivos para a sobrevida ser maior ainda são desconhecidos para os cientistas.

Os autores no trabalho constataram que, os pacientes diagnosticados com HPV do tipo 16, eram mais jovens, com maior proporção de mulheres e menor número de fumantes. O melhor prognóstico destas pessoas podem estar associados à faixa etária, aos hábitos de vida e perfil demográfico.

Com base nos dados da pesquisa desenvolvida pela USP, foi possível obter evidências de que o HPV é uma das causas mais comuns de câncer de cabeça e pescoço, porém a maioria dos casos de tumores malignos está relacionada ao excesso de bebidas alcoólicas e ao cigarro.

HPV e o risco de câncer

491677 Mais de 70 dos casos de câncer de boca faringe e laringe estão relacionados ao HPV Mais de 70% dos casos de câncer de boca, faringe e laringe estão relacionados ao HPVO uso da camisinha é uma forma de prevenir o contágio do HPV. (Foto:Divulgação)

Outras pesquisas já comprovaram que o HPV aumentam as chances de desenvolver câncer, principalmente de boca e garganta. A principal forma de transmissão é pelo sexo oral, considerado por muitas pessoas como inofensivo, mas que pode infectar o organismo quando realizado sem proteção.

A proliferação do vírus do HPV está associada a alguns hábitos, como o aumento do número de parceiros  e o início da vida sexual cada vez mais cedo.

Saiba mais: HPV – Previna-se desse Vilão

A categoria Saúde do portal Mundodastribos.com é um espaço informativo de divulgação e educação sobre os temas relacionados à saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento, sem antes consultar um profissional de saúde.

RECEBA OS ARTIGOS VIA EMAIL

Ao subscrever nossa newsletter, passar receber nossos artigos por email e informações sobre os nossos passatempos. É gratuito e sem spam.