Menu

Turismo

Atualizado em 18 de março de 2013, às 15:04 por Talita
Você está em: MundoDasTribos > Bem Estar > Londres é a capital do divórcio: saiba mais

Saiba o motivo de Londres, na Inglaterra, ser considerada a capital do divórcio.

Você sabe qual é a capital do divórcio? A cidade mais famosa pela separação dos casais não fica no Brasil, mas na Europa, precisamente no Reino Unido. Londres, também conhecida por seus lindos palácios e por sua elegância, recebeu o epíteto de capital do divórcio, não por razões quantitativas, mas porque os juízes do país costumam ser magnânimos com as mulheres em processos de separação.

596595 Londres é a capital do divórcio 1 Londres é a capital do divórcio: saiba maisA fama de Londres como capital do divórcio é mundial (Foto: divulgação)

Porque Londres é a capital do divórcio

Até o jornal The Guardian já repercutiu a fama de Londres como capital do divórcio, que começou mais especificamente no ano 2000, quando a jurisprudência local instituiu como conceito a divisão igual de bens entre ex-marido e ex-mulher, principalmente para casamentos que duraram 20 anos ou mais, depois que o casal já tiver tido suas precisões atendidas. A rapidez com que os processos são desenrolados também é outro fator que contribui para a cidade ter recebido essa alcunha.

596595 Londres é a capital do divórcio 2 Londres é a capital do divórcio: saiba maisPode ser vantajoso para as mulheres se separarem em Londres (Foto: divulgação)

Londres é a capital do divórcio: saiba mais

Já que Londres é a capital do divórcio, até mesmo pessoas de outros países querem que suas separações sejam julgadas na cidade, mas para isso é preciso que os cônjuges morem no mínimo por seis meses no país. Além disso, o processo deve ser iniciado na Inglaterra, pois se o andamento do caso começar em outra nação, o julgamento não poderá ser efetuado em Londres.

596595 Londres é a capital do divórcio Londres é a capital do divórcio: saiba maisA cidade é conhecida por divórcios milionários (Foto: divulgação)

Entre os casos que tornaram Londres conhecida como a capital do divórcio, estão as separações dos músicos Paul McCartney – que teve de pagar 24,3 milhões de libras a sua ex-mulher Heather Mills depois de um casamento de quatro anos – e de Phil Collins que perdeu para a ex Orianne Cevey, 25 milhões de libras. Outro exemplo é o do oligarca russo Boris Berezovsky que teve de ceder a ex-mulher a fortuna de 220 milhões de euros.

Veja também: Festa do divórcio: saiba mais

Divórcio pela internet

 

RECEBA OS ARTIGOS VIA EMAIL

Ao subscrever nossa newsletter, passar receber nossos artigos por email e informações sobre os nossos passatempos. É gratuito e sem spam.