Notícias

Julgamento do Goleiro Bruno: sentenças, resultado final

Por Isah

O goleiro Bruno foi condenado por assassinato, ocultação de cadáver, sequestro e cárcere privado. Desta forma, ele terá que cumprir 22 anos e 3 meses de prisão. A mulher do jogador, que também foi acusada no tribunal pelo sequestro do bebê, acabou sendo absolvida.

Bruno foi condenado a 22 anos e 3 meses de prisão. Defesa do goleiro vai recorrer. (Foto:Divulgação)

Veja também: Pensão Alimentícia – Cálculo, Direitos e Deveres

O Julgamento de Bruno

Na última quinta-feira (7), a defesa de Bruno e a promotoria discutiram sobre o caso. Lúcio Adolfo, advogado do goleiro, não afirmou em nenhum momento que o cliente era inocente, mas pediu a absolvição devido às falhas no processo. O argumento de defesa de Bruno foi colocar a culpa em ‘Macarrão’ o tempo todo.

No tribunal, Bruno reconheceu pela primeira vez que sabia que Eliza Samudio havia sido morta. Ele também contou que Macarrão contratou Bola, um ex-PM, para dar um fim em Eliza. No primeiro dia de júri popular, Bruno chegou a chorar durante a sessão.

O promotor responsável pelo caso de Bruno pediu que o goleiro recebesse pena máxima pelos crimes que cometeu. O seu discurso durou mais de quatro horas para tentar convencer o júri popular.

Bruno durante o julgamento. (Foto:Divulgação)

O goleiro Bruno foi condenado a 17 anos e 6 meses de prisão em regime fechado por causa do homicídio triplamente qualificado. Os outros 3 anos e 3 meses resultaram da condenação de sequestro e cárcere privado de Bruninho. O réu também foi sentenciado a 1 ano e 6 meses por ocultação de cadáver. A pena chegou a ser aumentada porque Bruno foi considerado mandante do crime, mas também foi reduzida, devido a confissão do jogador.

Entenda o caso de Eliza Samudio

Bruno e Eliza se conheceram em um churrasco no Rio e ela acabou engravidando. Quando contou ao jogador sobre o que aconteceu, ele forçou-a a tomar abortivos e ela imediatamente registrou ocorrência contra ele.

Eliza Samudio. (Foto:Divulgação)

Bruninho nasceu no início de 2010 e Eliza começou a sua luta por pensão alimentícia. No entanto, mal sabia ela que estava sendo alvo de um plano de assassinato.

No dia 5 de junho de 2010, Eliza é sequestrada por Macarrão e levada para Minas Gerais. A mando de Bruno, Eliza é encaminhada para o ex-policial militar Bola, que se encontra na cidade de Vespasiano. Lá, Elisa é asfixiada e o seu corpo jamais foi encontrado.

Enquanto isso, Dayane (ex-mulher de Bruno) ficou tomando conta do filho de Eliza Samudio. Uma denúncia anônima, então, levou a polícia até Bruninho.

Com o início das investigações sobre o desaparecimento da ex-amante, Bruno se entrega à polícia em setembro de 2010, juntamente com Macarrão.

Saiba mais: Famosos que tiveram problemas com pensão alimentícia: fotos

Recomendado para você
Notícias

BRB Banknet DF Brasília

Notícias

Como Saber se Fui Sorteado no Minha Casa, Minha Vida

Notícias

Vagas para Deficientes na GRSA

Notícias

Positivo Informática Drivers

Comentários

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *