Menu
Você está em: MundoDasTribos > Notícias > INSS para Autônomos

Veja como contribuir para o INSS como autônomo e o valor que deve ser pago para ter direito aos benefícios.

 

Preparamos essa matéria para que vocês autônomos saibam da importância de pagar as taxas do INSS para autônomos.  Para vocês que ainda não conhecem o INSS, daremos uma breve explicação, sendo que o Instituto Nacional do Seguro Social – INSS, recebe as contribuições para a manutenção do Regime geral da Previdência social, sendo responsável pelo pagamento da aposentadoria, pensão por morte, auxilio doença, auxilio acidente, entre outros benefícios.

INSS para Autônomos (Foto: Divulgação)

INSS para Autônomos

O INSS para autônomos e empresários está organizado na categoria do contribuinte individual, sendo que os prestadores de serviços de natureza eventual a empresas, sem vinculo empregatício, são considerados contribuintes individuais, nessa categoria também se encaixam os taxistas, vendedores ambulantes, diaristas, pedreiros, pintores, eletricistas, etc. Esses autônomos possuem um tempo mínimo de contribuição que é chamado de carência, sendo que para possuir essa carência é necessário que o trabalhador comprove esse tempo para ter direito ao beneficio previdenciário, sendo que esse tempo pode variar de acordo com o beneficio solicitado.

Trabalhador autônomo (Foto: Divulgação)

Como se encaixar na categoria de autônomo?

Para você que se encaixa como autônomo, você poderá pagar o INSS autônomo 2015, podendo ter benefícios como auxilio doença, aposentadoria por invalidez, aposentadoria por idade, aposentadoria especial, aposentadoria por tempo de contribuição, auxilio acidente, salário família, pensão por morte, auxilio reclusão. Todos esses benefícios são garantidos aos segurados que contribuem para o INSS.  Não percam mais tempo e comecem agora mesmo a pagar suas contribuições para ter direito sobre todos os benefícios mencionados.

A contribuição pode ser paga com carnê do INSS (Foto: Divulgação)

Importância de manter os pagamentos em dia

A dica que daremos é para que quando você se tornar um contribuinte do INSS você não atrase o sue pagamento, pois o INSS autônomo em atraso pode acarretar algumas multas indesejáveis, podendo não ser uma situação muito boa para o contribuinte. Mas não percam suas esperanças, não deixe de pagar as contribuições atrasadas, e tente ao máximo regularizar sua situação com o INSS, vale lembrar que é de suma importância para você mesmo caso necessite de alguns dos benefícios.

A contribuição varia de acordo com o salário (Foto: Divulgação)

Valor da contribuição

O valor da contribuição para o INSS depende do valor do salário mínimo vigente, pois a cada ano ele aumenta. Portanto é importante ficar atento a essas subas para fazer o repasse na hora de efetuar o pagamento da GUIA do INSS como autônomo. Para 2016 o salário mínimo deverá subir, portanto fique atento às novas taxas. Esperamos que vocês tenham gostado da nossa matéria e que vocês possam realizar a sua inscrição INSS autônomo, para que você possa ter direito aos benefícios que os contribuintes tem.  Desejamos a todos vocês uma ótima semana e até a próxima.


RECEBA OS ARTIGOS VIA EMAIL