Menu

Saúde

Atualizado em 4 de maio de 2009, às 18:33
Você está em: MundoDasTribos > Bem Estar > Hiper-Hidrose – A famosa “suadeira” tem tratamento

suor Hiper Hidrose   A famosa suadeira tem tratamento

Não é porque você encharca a camisa no trabalho que está condenado a conviver com essa “suadeira” o resto da vida. Hiper-hidrose, esse é o nome do problema, que para a felicidade de muitos tem solução.

“Estou suando que nem porco” – Com certeza você já ouviu alguém esboçar essa expressão. Provavelmente porque ficou horas no trânsito ou fez alguma atividade física. Em situações assim, o corpo ativa naturalmente o seu próprio sistema de resfriamento, baixando a temperatura interna por meio da produção de suor.

Para quem acha que esse tipo de “suadeira” é anormal ou acima do que deveria ser, se engana. Para 2% da população, o pinga-pinga da sudorese é bem maior e nada controlado. Pelas axilas, palma das mãos, planta dos pés, cabeça e face, o suor escorre, também, nos dias frios e em momentos de descanso. Quem se encaixa nesse quadro sofre do que se define hiper-hidrose.

Esse distúrbio merece esse superlativo – hiper. O normal para uma pessoa em repouso é eliminar de 400 a 800 mililitros de água por dia, pela pele e pelos pulmões. Já as pessoas que sofrem esse distúrbio chegam a eliminar, em casos mais extremos, até 8 litros de suor!

Essa doença limita o convívio social e até atrapalha a vida profissional.

E de nada adianta se irritar com a ”suadeira”. A ansiedade só piora o sintoma. Isso porque o estimulo emocional afeta a área cerebral do hipotálamo, que intensifica a liberação de suor onde o paciente já tem queixa. Quem é alvo desse transtorno deve evitar pimenta, chocolate, chá e carne de porco, que estimulam o sistema nervoso, dando ordens sem parar as glândulas da pele.

A seguir confira alguns tratamentos para esse distúrbio:

Antitranspirante – Ele pode ser usado nas axilas e nos pés. Alivia parcialmente a produção de suor em casos muito leves.

Iotonforese – Um aparelho cuja sua corrente elétrica obstrui os poros. Pode ser usado nas mãos e nos pés. É vendido em lojas de produtos cirúrgicos para ser usado em casa.

Remédios – Eles inibem o neurotransmissor que controla as glândulas sudoríparas. Esse tratamento é recomendado para todas as partes do corpo, ele reduz a produção de suor.

Toxina Botulínica – Bloqueia o estimulo nervoso rumo às glândulas de suor. Essa técnica pode ser usada apenas nas axilas. Seus efeitos se prolongam, em média, por oito meses. A dor é suportável.

A categoria Saúde do portal Mundodastribos.com é um espaço informativo de divulgação e educação sobre os temas relacionados à saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento, sem antes consultar um profissional de saúde.