Menu

Comportamento

Atualizado em 25 de outubro de 2011, às 14:12 por Redacao
Você está em: MundoDasTribos > Bem Estar > Grupo MADA: Mulheres que Amam Demais

As mulheres que amam demais são um grupo vulnerável e precisam de ajuda, para isto existe o MADA.

300957 submissa Grupo MADA: Mulheres que Amam Demais

Mulheres que amam de mais e que ficam possessivas com os seus companheiros não é só coisa de novela. Na verdade isto é mais comum do que parece e está quase sempre encoberto pelo ciúme.

Foi para ajudar essas mulheres que foi criado o grupo MADA: Mulheres que Amam Demais Anônimas. Este grupo está presente em vários estados do país e está sempre se expandindo. Seu objetivo é ajudar mulheres a se recuperar da dependência de seus relacionamentos, principalmente os destrutivos.

Para quem não sabe quais são as circunstâncias que dão sinais de que essas mulheres amam demais, fique atento: se você ama um viciado em trabalho, um dependente de álcool ou um homem emocionalmente fechado que não retribui o seu amor, isso pode significar que você precisa de ajuda.

O grupo foi criado baseado em um livro chamado “Mulheres que Amam Demais”, foi através desta obra que uma dona de casa se identificou com a proposta do livro e decidiu formar grupos de ajuda. A primeira reunião aconteceu em 1994 e a partir daí o grupo cresceu cada vez mais e hoje está presente em 14 estados no Brasil e em alguns países do exterior.

As mulheres do grupo compartilham experiência e recebem as recém chegadas com a compreensão de quem já esteve naquele lugar um dia. A ajuda das reuniões provém da aceitação e da reflexão sobre seu comportamento e daquelas que também participam do evento. Falar sobre você também ajuda a perceber uma melhora e a incentivar a si mesma e as que escutam.

O programa é baseado nos 12 passos de recuperação tradicionais dos alcoólicos anônimos e também disponibiliza alguns textos literários que podem ajudar na recuperação dessas mulheres. Alguns deles podem ser encontrados na internet como: “A Motivação em minha Recuperação”, “A Primeira Vez”, ou “As Doze Tradições do MADA”.

Assim como os doze passos para começar a mudar também existem as doze tradições do MADA, conheça algumas tradições retiradas diretamente do site do MADA:

1. Nosso bem-estar deve vir em primeiro lugar. O progresso pessoal da maioria depende da unidade;

2. Para o propósito do nosso grupo, existe somente uma autoridade: um Deus afetuoso, que Se expressa em nossa consciência de grupo. Nossas líderes são apenas servidoras confiáveis. Não governam;

3. O único requisito para ser membro de MADA é o desejo de se recuperar da dependência das pessoas;

4. Cada grupo deve ser autônomo, exceto em questões que digam respeito a outros grupos de dependência de pessoas ou de anônimos em geral;

5. Cada grupo de MADA tem um único objetivo, que é o de ajudar a seus membros a se recuperarem da sua dependência de pessoas. Fazemos isso através da prática dos Doze Passos de MADA, dando e recebendo ajuda de outras dependentes;

6. Os grupos de MADA não devem apoiar, financiar ou emprestar seu nome a nenhuma entidade externa, para evitar que problemas envolvendo dinheiro, propriedade ou prestígio os afastem do seu objetivo primordial, que é o espiritual. Embora sejam entidades separadas, devem sempre cooperar com outros Programas de Anônimos.

Se você tiver alguma dúvida a respeito dos grupos de apoio às mulheres que amam demais, acesse o site oficial que se chama grupomada.com. Lá você encontrará endereços, depoimentos e um contato o qual poderá usar para se informar melhor.